WhatsApp Twuitter

Terça, 22 de novembro de 2016, 10h53

Garotinho acusa juiz que o prendeu de falsa acusação


O ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR) entrou com notícia-crime no Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) contra o juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 100ª Zona Eleitoral, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, que determinou sua prisão preventiva.

O político foi preso na quarta-feira, 16, e, após passar mal, foi internado, submetido a uma cirurgia cardíaca e teve alta na manhã desta terça-feira, 22, seguindo para prisão domiciliar.

Garotinho pediu a abertura de um inquérito policial para investigar o magistrado, o qual acusa de cometer ‘denunciação caluniosa‘. O político nega a acusação de ter liderado um esquema para compra de votos em Campos dos Goytacazes e, também, considera sua prisão ‘absolutamente ilegal e abusiva‘.

Segundo a denúncia, o ex-governador comandou a distribuição dos chamados cheques cidadão durante o período eleitoral de 2016 em troca de votos em Campos, onde sua esposa, Rosinha Garotinho, é prefeita. O benefício originalmente prevê pagamentos de R$ 200 por mês a famílias carentes.

Depoimentos de servidores confirmariam a acusação. Com o esquema, Garotinho teria ajudado a eleger onze aliados para a Câmara de Vereadores do município.

A notícia-crime é assinada pelo político e seu filho, Wladimir Matheus. No texto, eles listam ‘episódios lamentáveis‘ envolvendo o juiz, que teria cometido abuso de autoridade mais de uma vez. Eles também criticam a decisão ‘desumana e violenta‘ de conduzir Garotinho para a unidade de saúde do complexo penitenciário de Bangu com o ‘anseio de montar a cena para o show midiático‘.

Segundo o médico particular Marcial Uribe, Garotinho corria risco de sofrer um enfarte agudo caso não fosse submetido a uma angioplastia.

A notícia-crime também cita a afirmação do juiz Glaucenir Oliveira de que o ex-governador e Wladimir lhe ofereceram R$ 1,5 milhão e R$ 5 milhões, por meio de terceiros, para evitar uma prisão. ‘Por que então o noticiado (o magistrado) não prendeu os agentes do suposto crime em flagrante?‘, perguntam no texto. 



// matérias relacionadas

Quarta, 13 de setembro de 2017

11:42 - Ex-governador do Rio Anthony Garotinho é preso novamente pela Policia Federal

Segunda, 28 de novembro de 2016

08:02 - A partir de hoje sou babá, diz Geddel Vieira

Quinta, 24 de novembro de 2016

08:08 - Caso Geddel vai parar na Polícia Federal

Terça, 22 de novembro de 2016

10:51 - Garotinho chega em carro da PF ao seu apartamento

Sexta, 18 de novembro de 2016

08:00 - Garotinho resiste à transferência para Bangu

Quinta, 17 de novembro de 2016

09:41 - Para juiz, Garotinho acredita que está acima da lei e da ordem

08:03 - Ministra do TSE nega pedido de liberdade de Garotinho


// leia também

Terça, 19 de setembro de 2017

21:19 - Senado aprova em segundo turno PEC do Simples Municipal

20:58 - Câmara conclui votação de MP que prevê renegociação de dívidas

20:46 - Mulher de Cabral fez 11 compras de joias, maioria sem nota fiscal

19:30 - Lula e Gilberto Carvalho se tornam réus por corrupção passiva

17:13 - STF mantém com Moro delação da Odebrecht que incrimina Gim Argello

16:20 - Lula quis evitar vizinhos indesejados, diz 'compadre'

16:10 - 'Brasil precisa desesperadamente da reforma política', diz Barroso

12:42 - Pesquisa CNT revela que 75,6% reprovam governo Temer

12:37 - Relator da reforma política aposta na votação da mudança do sistema eleitoral

10:35 - Viagens expõem estilos diferentes de Alckmin e Doria