WhatsApp Twuitter

Quarta, 13 de setembro de 2017, 23h10

Senado aprova projeto que aprimora atuação de agentes comunitários de saúde


O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (13) o projeto que reestrutura a carreira dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias. Caso a proposta se torne lei, serão alteradas as atribuições e as condições de trabalho dos profissionais de saúde que promovem ações domiciliares seguindo as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Um dos principais pontos do projeto prevê que os profissionais terão incorporadas às suas atividades exames rápidos de glicemia e pressão arterial, com o objetivo de diagnosticar doenças recorrentes como o diabetes e a hipertensão. Também estão previstas, sob supervisão, ações como a aferição de temperatura, orientações sobre uso de medicamentos e a realização de curativos.

Embora tenha sido originária da Câmara, a matéria foi alterada no Senado enquanto tramitava na Comissão de Assuntos Sociais e, por isso, será novamente votada pelos deputados. A proposta ainda veda a contratação de trabalhadores terceirizados ou temporários para as atividades de prerrogativa dos agentes.

O projeto de lei prevê a realização de cursos aos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias e estipula que, das 40 horas de trabalho semanais, dez devem ser aplicadas em atividades de planejamento, formação e aprimoramento técnico. Quanto à qualificação profissional, passa a ser obrigatório que os candidatos ao cargo tenham concluído o ensino médio, e não apenas o fundamental, como é hoje.

Outra novidade na reestruturação da carreira é a eliminação da exigência para que os profissionais morem na área determinada para sua atuação, no caso de comprarem casa própria em outra localidade. Além disso, quem utilizar o próprio dinheiro para se locomover durante o exercício do trabalho deverá ter o transporte indenizado.

Com as mudanças, os agentes de saúde também deverão atuar tendo como referência práticas da educação popular em saúde com o objetivo de garantir a prevenção de doenças, o autocuidado e a promoção da saúde individual.

 



// matérias relacionadas

Segunda, 23 de abril de 2018

09:13 - Veja mitos e verdades sobre a gripe; vacinação começa nesta segunda-feira

Sexta, 20 de abril de 2018

15:49 - Farmacêuticos estão proibidos de aplicar botox e outros procedimentos estéticos

Quarta, 18 de abril de 2018

17:50 - SUS poderá ser obrigado a divulgar fila de espera para consultas e cirurgias

Segunda, 16 de abril de 2018

14:18 - Câncer é primeira causa de morte em 10% dos municípios brasileiros, diz estudo

Sábado, 14 de abril de 2018

09:41 - Pobres são os mais afetados pela doença de Chagas no Brasil

Domingo, 08 de abril de 2018

09:35 - Vacinação contra gripe começa na rede privada

Domingo, 01 de abril de 2018

08:08 - Deficit de pediatras é de 50% em MT

Sábado, 31 de março de 2018

09:15 - Ministério da Saúde garante R$ 10,5 milhões à Santa Casa de Cuiabá

Quinta, 29 de março de 2018

12:29 - Saúde chama atenção para os sintomas da hanseníase e coloca rede em alerta

11:15 - Governador diz que não irá politizar morte de bebê, mas critica gestão Silval


// leia também

Quarta, 25 de abril de 2018

14:05 - Resultado das eleições definirá as próximas décadas do País, diz Rubens Barbosa

13:54 - PEN desiste de liminar no Supremo para impedir prisão em 2ª instância

13:04 - Maia diz que projetos de crédito suplementar terão restrição na Câmara

11:45 - Transferência de Lula pedida por PF antecipa discussão sobre cárcere definitivo

08:53 - MP investiga viagens em helicóptero do RJ após Cabral deixar cargo

08:49 - Decisão do STF pode tirar de Moro investigação sobre Lula

Terça, 24 de abril de 2018

19:30 - PT ameaça processar juíza que barrou visita a Lula

19:00 - Tribunal de Minas mantém 20 anos de prisão para Azeredo

18:36 - 2ª turma do STF retira de Moro menções a Lula na delação da Odebrecht

17:13 - STJ autoriza remoção de tornozeleira eletrônica de Battisti