WhatsApp Twuitter

Sexta, 14 de setembro de 2018, 15h34

política Nacional

Defesa de Lula pede ao TSE que ele grave vídeos como apoiador em propaganda


A defesa do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o petista possa gravar áudios e vídeos como apoiador da campanha de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República, mídias que seriam veiculadas na propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

Estadão Conteúdo

Na petição, os advogados afirmam que é ‘inegável‘ que a figura política de Lula ‘possui força própria e descomunal, sendo plenamente eficaz para formar opinião, seja a seu favor ou em seu detrimento‘. A ação está sob relatoria do ministro Sérgio Banhos.

‘E, justamente por esta razão, merece o eleitorado brasileiro saber qual a opinião de Lula acerca dos candidatos a Presidente da República, ao Senado, ao Governo dos Estados e do Distrito Federal e aos cargos proporcionais federais e estaduais‘, afirma a defesa do ex-presidente, preso e condenado na Lava Jato.

O petista teve a candidatura barrada pelo TSE em função da Lei da Ficha Limpa. Na terça, o PT oficializou Haddad como candidato à presidência no lugar de Lula.

Os advogados do ex-presidente pedem que, caso o TSE aceite o pedido formulado, a Superintendência da Polícia Federal no Paraná, onde Lula está preso, seja comunicada para dar ‘efetividade a tais direitos‘.

‘Por consequência, é direito da coligação que visa disputar a campanha presidencial se utilizar de figura política de grande aporte que a apoie para criar identificação com o eleitoral, respeitando-se o limite de 25% previsto em lei‘, destaca a defesa. 



// matérias relacionadas

Sábado, 15 de setembro de 2018

16:46 - FHC demora um mês para manifestar apoio a Alckmin, mas erra nome do candidato

16:10 - Após pesquisa, PSL publica vídeo com frase sobre rejeição a Bolsonaro

10:49 - Disputa entre Ciro e Haddad se acirra na Região Nordeste

09:09 - PT atrasa pagamento de equipe de TV

08:07 - Ao sair da prisão, Richa diz que vai retomar candidatura ao Senado nas eleições

Sexta, 14 de setembro de 2018

19:38 - Datafolha traz Bolsonaro com 26% enquanto Ciro e Haddad empatam nos 13%

18:19 - Datafolha mostra Ciro, Haddad e Alckmin empatados em 2º lugar

15:39 - Mourão defende Constituição sem eleitos

Quinta, 13 de setembro de 2018

19:00 - Ciro questiona viabilidade da candidatura de Fernando Haddad

17:00 - Flávio Bolsonaro diz que o quadro de saúde do pai é 'muito grave'


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

15:30 - Contador da família Richa é suspeito de tentar atrapalhar investigações

14:30 - Candidatos novatos à Câmara dos Deputados recebem maiores doações

12:30 - Promotor acusa defesa de Beto Richa (PSDB) de adotar estratégia duvidosa

11:30 - Hashtag #Elasim, de Marina Silva, lidera assuntos mais comentados no Twitter

10:30 - Alckmin critica populismo do PT e de Bolsonaro

09:30 - Crivella vira réu por suposto crime de improbidade administrativa

08:30 - Haddad usou reflexão honesta para fazer proselitismo político, diz Tasso

07:56 - Aliado de Bolsonaro vai à PGR contra defesa de agressor do presidenciável do PSL

07:53 - TSE nega novo pedido de Lula para gravar propaganda eleitoral da prisão

Sábado, 15 de setembro de 2018

11:50 - Bolsonaro está sem febre e recebe tratamento de prevenção à trombose