WhatsApp Twuitter

Segunda, 11 de setembro de 2017, 19h43

nomeação política

Decisão do STF em caso do RS favorece Jayme Campos


Otmar Oliveira

Decisão de Gilmar Mendes em caso semelhante no RS favorece o secretário Jayme Campos em VG

Entendimento do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), firmado num caso do Rio Grande do Sul, no qual negou o afastamento do secretário de Comunicação do município de Canoas, Rodrigo Busato, favorece o ex-senador e ex-governador de Mato Grosso, Jayme Campos (DEM), atual secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande, na gestão da esposa, a também democrata Lucimar Campos.

Gilmar Mendes destacou em seu voto que cargos de natureza política, como o de secretário de Estado ou secretário municipal, não se submetem às hipóteses da Súmula Vinculante 13, que veda a prática do nepotismo na administração pública.

A indicação política é uma prática comum em todo o Brasil, principalmente no caso das primeiras-damas que costumam assumir a função de secretária de Assistência Social. A decisão de Gilmar Mendes ganhou destaque numa matéria publicada no site Consultor Jurídico (Conjur).

No caso de Jayme Campos, sua nomeação como secretário foi contestada no Supremo pelo Diretório Municipal do PDT de Várzea Grande. A reclamação será analisada em breve. O relator, ministro Celso de Mello, antes de decidir sobre o caso abriu prazo para a prefeita Lucimar enviar informações. Leia aqui a íntegra da matéria do Conjur



// leia também

Domingo, 21 de janeiro de 2018

11:10 - Com petição on-line, Ong Moral pressiona deputados

Sexta, 19 de janeiro de 2018

17:40 - Ex-vereador Afrânio Motta morre aos 85 anos

13:03 - Posse no staff de Pedro Taques é desprestigiada

12:22 - Membro da família Henry é condenado por sonegação

10:41 - Pedro Taques diz que não há rixa com deputados

Quinta, 18 de janeiro de 2018

18:44 - Prefeita de Alto Paraguai tem contas bloqueadas

12:11 - PF concluirá perícia e senador pode ser cassado

08:42 - Indicação de Wilson Santos para o TCE ganha força

Quarta, 17 de janeiro de 2018

18:34 - Vereadores decidem se cassam prefeito de Acorizal

16:48 - Fux é criticado por 'inércia' contra Pedro Taques