WhatsApp Twuitter

Quarta, 06 de setembro de 2017, 16h47

10 anos depois

Empresas de transporte coletivo terão que devolver tarifas cobradas a mais

Celly Silva, repórter do GD


As empresas Expresso Nova Cuiabá Ltda., Auto Viação Princesa do Sol Ltda., Expresso Norte Sul Transportes Urbanos Ltda. e AGE Transportes Ltda. foram condenadas a devolver aos usuários do serviço de transporte coletivo de Cuiabá os valores pagos a mais nas tarifas cobradas entre as datas 23 a 26 de janeiro de 2007 e 5 a 9 de fevereiro de 2007, quando vigorou o Decreto 4.512/2007, que reajustou a tarifa em 0,20 centavos, aumentando a passagem de R$ 1,85 para R$ 2,05.

Os ressarcimentos deverão ser acrescidos de juros moratórios de 1% ao mês a partir da citação e correção com base no INPC/IBGE desde as datas das respectivas cobranças. A Prefeitura de Cuiabá também foi condenada subsidiariamente. 

Marcos Vergueiro

Conforme a decisão da juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular, proferida na última segunda-feira (4), caso não seja possível devolver os valores diretamente aos usuários que foram afetados naquela época, o montante apurado em relação à cobrança ilegal terá que ser destinado ao Fundo Nacional de Defesa dos Direitos Difusos e Coletivos. Por ser de primeira instância, cabe recurso da sentença.

Ação começou a tramitar há 10 anos atrás, na 5ª Vara da Fazenda Pública.
Conforme o Ministério Público Estadual (MPE), autor da ação, o aumento no preço da tarifa do transporte coletivo transgredia a Constituição federal por constituir enriquecimento sem causa.

O MPE também argumentou que a data em que o Conselho Municipal de Transporte deliberou sobre o reajuste foi escolhida de forma premeditada, no final do ano, período em que havia menor poder de reação da sociedade e desmobilização dos órgãos fiscalizadores. Isso com o objetivo de minimizar as reações contrárias ao aumento, facilitando a tomada de decisão, o que apontou como imoral.



// matérias relacionadas

Terça, 14 de novembro de 2017

11:51 - Obra da Estação Alencastro entra na fase final da supraestrutura

Sábado, 21 de outubro de 2017

07:30 - Em Cuiabá 88% dos usuários reprovam transporte coletivo

Quarta, 11 de outubro de 2017

08:42 - Tarifa do transporte público cai para R$ 1,80 no feriado de Nossa Senhora Aparecida

Segunda, 11 de setembro de 2017

13:07 - Semob cria corredor para pedestre durante obras do terminal de ônibus

Sábado, 02 de setembro de 2017

07:00 - Lei transforma todos os assentos do transporte em preferenciais

Quinta, 31 de agosto de 2017

06:00 - Transporte público é um problema para 12% dos cidadãos

Segunda, 28 de agosto de 2017

11:08 - Remoção de catracas garante fluidez e segurança no terminal do CPA III

Quarta, 23 de agosto de 2017

20:25 - Vereadores querem terminal com catracas

Domingo, 20 de agosto de 2017

12:19 - Terminal do CPA 3 passa a funcionar sem catraca a partir de 28 de agosto

Segunda, 07 de agosto de 2017

20:23 - Passageiros flagram prefeito dentro de busão


// leia também

Domingo, 19 de novembro de 2017

08:55 - Juíza concede mais 10 dias de prazo para defesas da Rêmora

Sábado, 18 de novembro de 2017

08:00 - Delação de Pedro Nadaf cita aliados de Silval, de Taques e deputados

Sexta, 17 de novembro de 2017

16:27 - Ministro nega liberdade a acusado de fraudar processo da morte de juiz

14:33 - Justiça condena 4 ex-servidores da Sefaz envolvidos na 'máfia do fisco'

12:05 - TJ manda Estado incorporar perdas da URV aos salários de investigadores

10:34 - Maior parte da delação sigilosa de Nadaf está na 7ª Vara Criminal

Quinta, 16 de novembro de 2017

18:26 - Cerca de 2 mil advogados de MT podem ser suspensos por inadimplência junto à OAB

16:33 - TJ não obriga Pedro Taques aposentar Antonio Joaquim do TCE

15:50 - TJ nega recurso do MPE e não afasta prefeita e deputado em MT

15:35 - Arnaldo Alves e Chico Lima tiveram sigilos telefônicos quebrados