WhatsApp Twuitter

Quarta, 06 de setembro de 2017, 16h40

Grampos ilegais

Secretário é interrogado por 6 horas após suspeita de atrapalhar investigação

Karine Miranda, repórter do GD


O secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas, foi interrogado por aproximadamente seis horas, na manhã desta quarta-feira (6), no inquérito conduzido pelo Tribunal de Justiça (TJ) que apura o esquema de escutas clandestinas operado por um núcleo da Polícia Militar.

O interrogatório foi feito pela delegada da Polícia Civil, Ana Cristina Feldner, responsável por comandar a investigação. A decisão de investigar o secretário foi do desembargador do TJ, Orlando de Almeida Perri, que atendeu a representação do promotor de Justiça, Mauro Zaque, que denunciou o esquema dos grampos ilegais.

Chico Ferreira

Jarbas prestou depoimento por seis horas

Leia mais - Perri determina investigação contra secretário Jarbas

No interrogatório, Jarbas teve de se explicar sobre a suspeita de que teria tentado atrapalhar e intimidar as equipes envolvidas na investigação de Feldner na apuração do caso dos grampos.

Isto porque, antes mesmo da instauração de qualquer procedimento, administrativo ou criminal, o secretário resolveu convocar a delegada Alana Cardoso para prestar esclarecimentos, em maio deste ano.

Alana foi a responsável pela condução da ‘Operação Forti’, supostamente utilizada como pretexto para a inclusão de números na interceptação telefônica através da modalidade “barriga de aluguel”, que teve como alvo a ex-amante do ex- secretário Paulo Taques, Tatiane Sangalli, interceptada a pedido do próprio Taques.

O intuito das perguntas feitas por Jarbas a Alana seria o de investigar, por via oblíqua, a participação e a conduta do promotor Mauro Zaque, de modo a encontrar indícios para desqualificar a denúncia que ele fez à Procuradoria Geral da República sobre a existência dos grampos ilegais.

Além disso, Jarbas teria tentado intimidar os envolvidos na investigação. Isto porque ele determinou que a Polícia Civil repassasse uma cópia de uma investigação sigilosa ao ex-secretário Paulo Taques, bem como permitiu que o governador Pedro Taques tivesse acesso a tudo que as investigações vinham apurando.



// matérias relacionadas

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

09:21 - Preso por grampos, cabo Gerson pede liberdade e aponta falta de isonomia

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

16:30 - Ministro do STJ permite que casal Lesco volte a manter contato

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

10:19 - Juiz interroga mais testemunhas contra militares envolvidos com grampos

Segunda, 12 de fevereiro de 2018

17:27 - Justiça pede intervenção federal em MT; PGE diz que pagou dívida e pedido é incabível

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

20:03 - MP quer manutenção de prisões de militares envolvidos na grampolândia

19:29 - Defesa contesta liberdade do coronel Zaqueu por 'ter mais crimes'

13:49 - Juízes mantém cabo Gerson preso; coronel Zaqueu ganha domiciliar

09:31 - Amigo de cabo da PM, contador foi interceptado por 'tabela' e teme retaliações

Quinta, 08 de fevereiro de 2018

19:23 - Julgamento de policiais envolvidos nos grampos começa nesta sexta

18:03 - Governo paga todos os servidores da ativa e aposentados nesta sexta


// leia também

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

09:48 - Pedro Henry é acusado de intermediar propina no Detran

09:13 - Confira fotos e vídeos da operação contra deputados por fraudes no Detran

07:01 - Gaeco deflagra operação contra fraudes no Detran; deputados são alvos - fotos e vídeo

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

11:42 - No STF, deputado que teve pai assassinado contesta decisão que inocentou réu

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

16:05 - Ministro volta negar pedido de Emanuel Pinheiro para invalidar delação de Silval

10:54 - PF acredita em 'sumiço' de notas falsas e quer prorrogação de inquérito

08:30 - Pai do coronel Novacki aguarda sentença e pode prejudicar nomeação ao Mapa

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

21:07 - Procurador de Juara assume 'erro', promete devolver dinheiro e isenta prefeita

18:51 - Justiça suspende eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de VG

15:58 - MPE propõe ação contra prefeita e procurador-geral de Juara