WhatsApp Twuitter

Terça, 12 de setembro de 2017, 17h04

STJ mantém prisão de ex-comandante da PM por causa de grampos

Karine Miranda, repórter do GD


A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a prisão preventiva do ex-comandante Geral da Polícia Militar, coronel Zaqueu Barbosa, preso por suposta participação no esquema dos grampos ilegais ocorridos no âmbito da PM. A decisão foi proferida na tarde desta terça-feira (12). 

O ministro Ribeiro Dantas, relator do habeas corpus, não conheceu o pedido que julgou a reconsideração da liminar que pedia liberdade do coronel. Os ministros acompanharam o voto e entenderam que o habeas corpus deve ser analisado no mérito. Com isso, Zaqueu segue detido na sede do Batalhão de operações Especiais (Bope).

Leia mais - STJ nega liberdade ao coronel Zaqueu, ex-comandante da PM

Chico Ferreira

STF mantém prisão de ex-comandante da PM por causa de grampos

O coronel foi  preso preventivamente desde o dia 23 de maio  por ordem do juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Criminal Militar de Cuiabá. Ele é apontado como responsável pela inserção de números de telefones em ações de interceptação telefônica na modalidade “barriga de aluguel”.

Teriam sido grampeados políticos, jornalistas e advogados, supostamente a mando da alta cúpula do governo. O caso só veio à tona em denúncia do promotor de Justiça e ex-secretário de Segurança, Mauro Zaque.

Essa foi a terceira vez que Zaqueu tentou a liberdade em instância superior. O coronel recorreu ao STJ, porém, o ministro Ribeiro Dantas negou o pedido. No entanto, antes mesmo que fosse julgado pela Quinta Turma da Corte, Zaqueu recorreu ao STF. A ministra, então, novamente negou o pedido de liberdade.

Leia mais  - Coronel Zaqueu pula etapa e busca liberdade no STF

Agora, com a decisão, Zaqueu permanece detido no Bope. Além dele, o único que continua preso por suposta participação no esquema de grampos ilegais é o cabo da Polícia Militar Gerson Luiz Ferreira, acusado de supostamente fazer relatórios falsos de grampos militares que eram executados por meio da "barriga de aluguel”.

Gerson estava detido no Batalhão de Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam); porém, diante da denúncia de supostas regalias, o desembargador do Tribunal de Justiça, Orlando Perri, determinou a transferência para o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC).
 



// matérias relacionadas

Sexta, 18 de maio de 2018

20:25 - Presidente do PSDB passa integrar staff de Taques

18:42 - Trincheira do Santa Rosa é entregue ao custo final de R$ 30,6 milhões

Quinta, 17 de maio de 2018

19:10 - Pedro Taques rebate Neurilan e nega dívida com os municípios

18:00 - Taques prepara artigo para questionar ex-gestores

15:00 - Repasses aos municípios é obrigação e não favor, afirma presidente da MM

12:49 - Estado diz que renovará contratação que trouxe melhorias para rodoviária

Sexta, 11 de maio de 2018

17:05 - Caso dos grampos ilegais completa 1 ano e processo segue 'parado' no STJ

Quarta, 09 de maio de 2018

15:18 - Governo paga aposentados e pensionistas nesta quarta-feira

09:42 - Governo indica secretário adjunto da Sinfra para assumir presidência da Ager

Terça, 08 de maio de 2018

19:05 - Pedro Taques indica Fábio Calmon para presidir Ager


// leia também

Sábado, 19 de maio de 2018

10:58 - Justiça retira estabilidade de mais um servidor da Assembleia

Sexta, 18 de maio de 2018

19:08 - TJ livra gestora de pagar R$ 1 milhão por aluguel do Hospital Jardim Cuiabá

17:15 - Policiais militares são afastados por causa de sexo e bebida com menores

16:31 - Supremo nega recurso do conselheiro Novelli e mantém afastamento do TCE

15:30 - Chefe do MP é contra votação na Assembleia para tirar Savi da cadeia

10:34 - TJ pede restituição de valor pago indevidamente à juíza Selma Arruda

10:21 - Ninguém é denunciado sem que haja elementos mínimos, rebate Curvo

09:51 - Desembargador Sebastião Barbosa fica responsável por ação da Bereré

08:26 - Justiça nega fim de tornozeleira para político que queria passear por Florais

08:02 - Eder denuncia ameaça de morte e crimes no Ministério Público