WhatsApp Twuitter

Terça, 31 de julho de 2018, 14h50

atividade agropecuária

Ministro Gilmar Mendes é alvo do 5º processo por crimes ambientais em MT

Arthur Santos da Silva, repórter do GD


O Ministério Público Estadual (MPE) propôs a 5ª ação por danos ambientais contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. O processo foi distribuído nesta terça-feira (31) para exame na 1ª Vara Cível de Diamantino (208 Km a médio-norte de Cuiabá).

João Vieira

Leia também - Juiz rejeita incidente de insanidade mental e mantém empresário como réu na Ararath

Mendes é processado também em Diamantino, sua cidade de origem, por uso descontrolado de agrotóxicos e plantio irregular de transgênicos.

Ele já afirmou que embora seja proprietário das fazendas em razão de herança, não explora, não se beneficia e nem possui qualquer ingerência em atividade agropecuária.

O Ministério Público em Diamantino disponibilizará o conteúdo integral denúncia distribuída após as partes serem notificadas pelo sistema Pje (processo judicial eletrônico).

Processos

As primeiras ações se dividem entre duas fazendas. Somados, os valores das causas superam o montante de R$ 8 milhões.

Segundo o órgão ministerial denuncio em 2017, a fazenda São Cristovão, propriedade de aproximadamente 700 hectares, e a fazenda Rancho Alegre, de aproximadamente 600 hectares, estão tomadas de irregularidades.

Os imóveis estão em nome de Gilmar Mendes e dois de seus irmãos: Francisco Ferreira Mendes Júnior e Maria Conceição Mendes França. O solo das fazendas recebe o plantio de soja e milho.

Fiscalização empreendida pela Secretaria de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema) constatou o uso abusivo de agrotóxico.

Como agravante, as áreas estão localizadas na área de proteção ambiental Nascentes do Rio Paraguai. A localidade é protegida por lei e desempenha função crucial na sustentabilidade do bioma do Pantanal.

Além do uso descontrolado de agrotóxicos, Gilmar Mendes sofre a acusação de plantio indevido de transgênicos (organismos geneticamente modificados).



// matérias relacionadas

Sexta, 14 de setembro de 2018

19:58 - MPE e Cuiabá fazem acordo para impedir construção de condomínio

Terça, 07 de agosto de 2018

19:51 - MPE aciona judicialmente empresário para desaterrar nascente

14:30 - Juiz suspende ação milionária contra condomínio de luxo

Sexta, 27 de julho de 2018

17:50 - Justiça embarga área e autoriza apreensão em fazenda de sócio de ministro

Terça, 24 de julho de 2018

14:20 - Juiz aumenta para R$ 43,8 milhões multa a ser paga por sobrinho de Riva

Terça, 26 de junho de 2018

15:52 - Pneu estoura em fuga, suspeito foge e pescado ilegal é capturado - Vídeo

Domingo, 03 de junho de 2018

11:14 - Sema apreende 174 quilos de pescado em 2 dias

Terça, 15 de maio de 2018

14:38 - Sema apreende 100 kg de pescado no Teles Pires

Quarta, 10 de janeiro de 2018

12:30 - Polícia Militar prende 4 homens por pesca predatória e aplica multa

Quinta, 04 de janeiro de 2018

11:00 - Batalhão Ambiental prendeu 547 pessoas por crime ao meio ambiente


// leia também

Sábado, 15 de setembro de 2018

09:57 - PF prende o desembargador Evandro Stábile por determinação do STJ

Sexta, 14 de setembro de 2018

16:50 - Silval, Eder, Riva e ex-conselheiros são interrogados sobre compra de vaga no TCE

14:01 - Tenente Ledur tratava pelotão como lixo, afirma soldado em depoimento

07:53 - Silval contradiz delação ao negar sociedade com Mauro Mendes

Quinta, 13 de setembro de 2018

19:20 - TJ decide que governo não é obrigado a pagar emendas impositivas

17:16 - Defesa diz que Maggi não apagou mensagens de celular e que PF pode ter forjado provas

16:25 - Juiz mantém veículo de luxo bloqueado e ex-secretário de Silval não pode transferir

14:53 - Vendedor de jogo do bicho concorrente de Arcanjo confirma agressão

09:45 - Fux mantém inquérito contra Bezerra no STF e prorroga investigação por 90 dias

Quarta, 12 de setembro de 2018

10:14 - Promotores de Justiça são absolvidos de acusação de corrupção em Cuiabá