WhatsApp Twuitter

Quarta, 16 de agosto de 2017, 11h25

novela sem fim

Governo atrasa entrega da PEC do teto de gastos novamente

Celly Silva, repórter do GD


Ao contrário do que havia sinalizado o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), o Poder Executivo não encaminhou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Teto de Gastos na terça-feira (15), segundo confirmou o presidente da AL Eduardo Botelho (PSB), na manhã desta quarta-feira (16).

Leia também - Proposta do teto de gastos deve chegar na AL nesta terça

“Não encaminhou oficialmente, mas extraoficial ele passou uma cópia da minuta que eles querem encaminhar. Eu fiz uma sugestão para o governo de algumas alterações e estamos aguardando. Se houver essas alterações, que ele possa mandar”, disse, sem explicar que alterações são essas que ele sugeriu.

Marcus Vaillant/A Gazeta

Deputado Eduardo Botelho

“Eu prefiro não colocar ainda porque pode ser que ele [governador Pedro Taques] não concorde em fazer essas mudanças, então, é melhor a gente não polemizar em cima disso”, se esquivou.

Com o novo atraso, a expectativa agora é que o projeto chegue à Casa de Leis na próxima semana, segundo Botelho. “Provavelmente, até semana que vem, a gente deve encaminhar oficialmente”.

Leia também - Governo atrasa entrega da PEC do teto de gastos

Conforme o presidente do Legislativo estadual, com a PEC em mãos, o ponto de maior discussão entre os parlamentares deverá ser a redução de aproximadamente R$ 100 milhões nos orçamentos de todos os poderes com o congelamento dos gastos públicos nos próximos anos. De acordo com Botelho, os deputados concordam com o congelamento, desde que seja feita a correção monetária de um ano para o outro.

Leia também - Eduardo Botelho diz que governo de Mato Grosso é incompetente

Aos jornalistas, Eduardo Botelho admitiu que suas recentes declarações criticando a demora do governo para encaminhar a mensagem da PEC gerou desconforto com o governador Pedro Taques, mas amenizou o caso. “Causou, lógico, mexeu um pouquinho com as coisas. Depois começou a andar mais rápido, mas é assim mesmo, nós somos companheiros e estamos lá para isso. De vez em quando, é preciso dar uma cutucada no fogão, se o fogo está baixo, empurra a lenha que as coisas melhoram”, comparou.  



// matérias relacionadas

Domingo, 17 de setembro de 2017

14:00 - PEC do Teto corta suplementação de milhões de reais ao poderes

Quarta, 13 de setembro de 2017

12:11 - Déficit da previdência que pode chegar a R$ 3 bi preocupa Estado

09:06 - Deputados votam PEC do Teto de gastos até 18 de outubro

08:25 - Servidores terão salários pagos dentro do mês apenas em 2019

Terça, 12 de setembro de 2017

08:25 - 'Paralisia' de deputados preocupa e pode atrasar aprovação de PEC

Terça, 15 de agosto de 2017

09:22 - Proposta do teto de gastos deve chegar na AL nesta terça

Quinta, 10 de agosto de 2017

12:20 - Taques entrega minuta da PEC do teto de gastos

Terça, 25 de julho de 2017

09:30 - Governo vai enviar PEC do Teto e reforma administrativa em agosto para AL

Quinta, 06 de julho de 2017

12:27 - Governo atrasa entrega da PEC do Teto de Gastos

Quarta, 08 de março de 2017

17:12 - Empresa vai 'fiscalizar' folha de pagamento dos servidores de MT


// leia também

Quarta, 20 de setembro de 2017

10:30 - Presidente da AL exclui da Comissão de Ética deputados delatados por Silval

Terça, 19 de setembro de 2017

19:19 - Botelho aguarda ministro dizer se AL pode analisar prisão de Fabris

17:08 - Fórum Sindical pede afastamento de 10 deputados estaduais

16:30 - Sem pressa, Botelho descarta discutir prisão de Fabris nesta terça

15:59 - Prefeitura de VG prevê R$ 733 milhões para investimentos

Segunda, 18 de setembro de 2017

19:19 - MPE pode pedir o afastamento de prefeitos delatados por Silval, diz Turin

11:00 - Antônio Joaquim diz que Pedro Taques também deveria ter sido alvo da PF

10:22 - Deputados aguardam notificação do STF para discutir prisão de Fabris

09:18 - PSDB avalia punição contra tucanos delatados Silval Barbosa, diz Leitão

08:23 - Assembleia não altera cronograma da PEC do teto de gastos