WhatsApp Twuitter

Sábado, 09 de setembro de 2017, 08h00

vaga de senador

Blairo Maggi não abre mão de disputar reeleição

Gláucio Nogueira, repórter de A Gazeta


João Vieira

Blairo chama de especulações as informações de que ele teria desistido de seu projeto político

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), afirmou que não abre mão da possibilidade de disputar a reeleição ao Senado no ano que vem. O pepista classificou como “especulação” informações que dão conta que ele teria desistido de manter seu projeto político, permanecendo no comando do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) até dezembro de 2018, quando voltaria às suas atividades empresariais.

A hipótese de desistir de disputar a reeleição foi levantada depois da divulgação de uma reportagem em que Blairo teria se decidido a permanecer no governo do presidente Michel Temer (PMDB) até o término da gestão, abrindo mão assim de tentar um novo mandato no Senado. Conforme o ministro, a declaração foi retirada do contexto. “Não disse que não seria candidato. Sobre este assunto tenho até abril para resolver e isso será feito no momento oportuno. Até lá, não abro mão da vaga de senador”.

O contexto da declaração, nas palavras de Blairo, foi uma conversa que ele e Temer tiveram durante viagem à China. Na ocasião, o peemedebista disse ao ministro que se ele quisesse, poderia ficar na gestão até dezembro do ano que vem, em virtude do bom trabalho desenvolvido à frente do Mapa. “Devido ao trabalho que vem sendo feito e os resultados colhidos pelo Mapa, chegamos a avaliar até a possibilidade de continuar à frente do Ministério até dezembro de 2018 para fazer tudo que precisa ser feito. Continuo pré-candidato ao Senado. O resto é especulação”, destacou Maggi.

O senador tem sido alvo de diversos rumores, um deles dando conta de que deixaria o Mapa, em uma reforma a ser realizada por Temer para contemplar sua base aliada, sobretudo o chamado “centrão”. A possiblidade foi descartada pelo próprio presidente nacional do PP, o senador Ciro Nogueira, do Piauí, que teria dito que a sigla se sente contemplada na gestão de Temer e bem representada na figura de Blairo.

Ultrapassado este assunto, especulações acerca do futuro político de Maggi começaram a ser lançadas como a da possibilidade do ministro não tentar a reeleição, principalmente após a revelação do conteúdo da delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que sucedeu o pepista no comando do Estado. Sobre os fatos elencados por Silval, Blairo lamentou ter sido “vítima de ataques” por parte do peemedebista e ressaltou estar com a consciência tranquila de que não cometeu nenhum ato ilícito. 



// matérias relacionadas

Terça, 19 de setembro de 2017

09:56 - Doria evita anunciar pré-candidatura para evitar 'fissuras' com Alckmin e PSDB

Segunda, 04 de setembro de 2017

08:00 - Política está diferente e só gente tresloucada cometerá crimes, diz conselheiro

Sábado, 02 de setembro de 2017

12:32 - 'Se tiver mais de um candidato, haverá prévias', afirma Alckmin

Sexta, 01 de setembro de 2017

15:26 - Alckmin escancara projeto presidencial para 2018

Quinta, 31 de agosto de 2017

11:10 - Procurador Mauro ressurge no Face antes das eleições

Terça, 29 de agosto de 2017

09:42 - Antonio Joaquim preside última sessão no TCE

Quarta, 23 de agosto de 2017

08:28 - PP avalia não aceitar filiação de dissidentes do PSB

Terça, 22 de agosto de 2017

10:11 - Ezequiel Fonseca se diz radicalmente contra aliança entre PP e Taques

Segunda, 21 de agosto de 2017

12:54 - Bezerra esbanja simpatia e distribui abraços por aí

11:48 - Bezerra defende Silval, nega desgaste no PMDB e quer governo de MT


// leia também

Quinta, 21 de setembro de 2017

20:20 - Ex-chefe de gabinete de Silval diz que omitiu crimes em delação

15:20 - Botelho marca posse de Meraldo Sá na vaga de Fabris

11:34 - TCE mantém suspensão de aumento de repasse à Câmara

11:30 - Discurso de Trump é som de cachorro latindo, diz ministro da Coreia do Norte

10:15 - Deputados pretendem tirar o colega Gilmar Fabris da cadeia

08:41 - TCE quer saber se houve má-fé em compra superfaturada de maquinários

Quarta, 20 de setembro de 2017

20:13 - Taques detona Orlando Perri e vai acioná-lo no CNJ por afastar secretário

18:15 - Delegado sindicalista diz que Perri comete excesso com busca na Sesp e tornozeleira

16:42 - Afastado do cargo pela Justiça, Rogers Jarbas alega desconhecer acusação

14:22 - TJ afasta secretário Rogers Jarbas e impõe uso de tornozeleira