WhatsApp Twuitter

Segunda, 11 de setembro de 2017, 07h45

relação com vereadores

Prefeito Emanuel Pinheiro nega troca de favores com vereadores

Celly Silva, repórter do GD


Ao fazer sua primeira aparição pública após o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) revelar um vídeo que mostra o então deputado Emanuel Pinheiro recebendo dinheiro, supostamente em troca de apoio parlamentar, o hoje prefeito de Cuiabá negou que tenha praticado troca de favores com vereadores da Capital para se livrar de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar uma possível quebra de decoro levantada com a delação do ex-governador.

Leia também - 'Quiseram se prevalecer pelo fato de eu ser prefeito', diz Emanuel sobre delação

Dois dias após a maioria dos parlamentares municipais se negarem a assinar a petição da abertura da chamada “CPI do Paletó”, a Prefeitura liberou para a Câmara Municipal uma suplementação orçamentária de R$ 6,7 milhões por meio de um decreto. Porém, a Justiça invalidou o decreto e cancelou o repasse milionário.

Chico Ferreira

Prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB)

“Esse é um pleito da Mesa da Câmara que está sendo discutido desde maio. Tem todo o processo tecnicamente embasado, coordenado pelo secretário de Finanças do Município, pelo secretário de Planejamento, pelo contador-geral do Município e teve todo o respaldo técnico para poder resolver um problema do Poder Legislativo municipal. Eu joguei para o segundo semestre pelo equilíbrio do caixa do Município porque eu estava no primeiro ano de governo”, disse Emanuel à imprensa durante o final de semana, enquanto vistoriava obras de pavimentação no bairro Doutor Fábio 2.

Questionado sobre a necessidade de liberar mais dinheiro para a Câmara, o prefeito alegou crise financeira e aproveitou para comentar sobre a decisão judicial que anulou o repasse na última quarta-feira (6). “A Câmara teve que fazer 400 demissões, então teve a suplementação agora, ela é perfeitamente técnica e legal. Mas ordem judicial não se discute, se cumpre e nós vamos esclarecer nessa semana ao Tribunal de Contas, à Justiça e ao Ministério Público de Contas que não teve nenhuma vinculação com a CPI até porque a CPI está aberta”, alegou.

Leia mais - Justiça anula repasse de R$ 6,7 milhões de Pinheiro a vereadores

Emanuel também negou que os vereadores tenham arquivado a CPI para apurar sua conduta enquanto deputado estadual em relação às acusações de Silval Barbosa. “A CPI não foi arquivada, ela não foi nem apresentada. Enquanto o autor não atingir o número de assinaturas mínimo para criar uma CPI, ele não apresenta a CPI. Então a CPI pode ser apresentada hoje, pode ser apresentada semana que vem”, disse.

Sobre o pedido de afastamento protocolado na Justiça pelo vereador Felipe Wellaton (PV), o prefeito evitou comentar e disse apenas: “Foi negado”.

Nomeação de noiva de vereador

Em relação à nomeação da advogada Fernanda Oliveira da Costa, noiva do vereador Chico 200, que o defendeu da CPI na tribuna da Câmara, no cargo de assessora na Secretaria Municipal Extraordinária Cuiabá 300 Anos, o prefeito negou o nepotismo e disse que ela foi escolhida por sua competência.

“Que eu saiba nem é noiva, tem mais de dez meses que nem se falam, nem noiva ela é. Eu a conheço como uma servidora competente da gestão do ex-prefeito Mauro Mendes, que ela realizou um grande trabalho na Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, oportunidade em que eu a conheci”.



// matérias relacionadas

Quinta, 09 de novembro de 2017

13:24 - Secretaria oferece curso para cuidadores de autistas

Sexta, 03 de novembro de 2017

20:34 - Chafariz de praça vira pauta de manifestação

17:32 - Prefeito garante que características históricas da Praça Ipiranga serão preservadas

Quarta, 01 de novembro de 2017

16:09 - Serviços essenciais são mantidos em Cuiabá; veja programação nos cemitérios

Segunda, 30 de outubro de 2017

10:41 - Prazo para a conclusão da reforma da Praça Ipiranga é de 120 dias

Quinta, 26 de outubro de 2017

13:05 - Prefeito adianta salário em comemoração ao Dia do Servidor Público

Segunda, 23 de outubro de 2017

23:08 - Prefeito de Cuiabá lança obra de mais uma unidade básica de saúde

19:28 - Prefeito quer plantar árvores no lugar do VLT

Sábado, 21 de outubro de 2017

09:30 - Prefeito contesta ONG que denunciou R$ 700 mi de contratos sem licitação

Sexta, 20 de outubro de 2017

20:22 - Prefeitura diz que não fez novo repasse extra


// leia também

Terça, 21 de novembro de 2017

18:04 - Membros da CPI do Paletó se reúnem para definir agenda de trabalho

17:42 - PF apreende armas, munições e pasta 'bomba' com conselheiro do TCE

16:55 - Fabris diz que cobrava de Silval pagamento de mansão em Jurerê Internacional

16:52 - Max e Wilson deixam cargos no governo e reassumem mandatos na AL

11:28 - Notícia de multa de R$ 150 para quem não atualizar dados é falsa, alerta TRE

10:36 - Taques não acredita em candidatura de Mauro Mendes ao governo

10:01 - Governador fala em pagar restante dos servidores ainda nesta terça-feira

Segunda, 20 de novembro de 2017

21:24 - Maggi diz que está pronto para ficar ou sair do cargo de ministro

10:15 - Prefeita Luciane Bezerra afirma que não está preocupada com CPI em Juara

Domingo, 19 de novembro de 2017

22:38 - Com 6.344 votos, Euclides e Fransuelo são eleitos prefeito e vice de Mirassol