WhatsApp Twuitter

Segunda, 11 de setembro de 2017, 08h28

política de mt

Vídeo faz filho de Emanuel desistir de candidatura

Janaiara Soares, repórter de A Gazeta


O vídeo do ex-deputado estadual e atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB) colocando dinheiro no paletó naufragou a promissora candidatura do seu filho Emanuel Pinheiro Filho, à deputado federal. Nos bastidores se comenta que o rapaz desistiu da candidatura depois que seu pai foi acusado de receber propina na gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

João Vieira

Emanuel Pinheiro Filho (de gravata azul) iria se candidatar em 2018

O deputado estadual Romoaldo Junior (PMDB) disse que “Emanuelzinho” tem um futuro brilhante e ressaltou que espera que ele mude de ideia até as convenções. “Um moleque bom, tínhamos que incentivar aquele menino a sair como candidato, mas não sei, acho difícil. O pai dele vai explicar, já passou da hora de ele vir a público e se manifestar. A população gosta dele e ele está indo bem na prefeitura, mas a imagem é muito difícil de desassociar”.

O filho do gestor apesar de jovem vinha trilhando caminho pela juventude do PMDB em Mato Grosso. Várias lideranças do partido, como o presidente estadual da sigla, deputado federal Carlos Bezerra já contava com seu nome para concorrer a uma vaga nas eleições de 2018.

Porém, as imagens que foram veiculadas em rede nacional mostraram o prefeito recebendo R$ 20 mil que supostamente seria propina correspondente a uma espécie de “mensalinho”, que seria pago durante a gestão de Barbosa para que os parlamentares apoiassem os projetos do Executivo.

O gestor estava em viagem internacional quando a bomba estourou e se manifestou apenas uma vez, via Facebook, onde afirmou que as imagens foram deturpadas. Na cidade, alguns vereadores buscam o afastamento do gestor.

A situação pirou após ele ter aberto crédito suplementar de R$ 6,7 milhões para a Câmara Municipal. A suplementação aconteceu 2 dias após 6 vereadores apresentarem um requerimento que propunha uma CPI para investigar o prefeito. 



// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

18:12 - Auditor de carreira assume a Controladoria Geral do Estado

16:20 - Taques diz que vai cancelar escolta de Selma, mas nega ilegalidade

15:43 - CPI da Saúde terá vereadores da base do prefeito como relator e membro

13:30 - Selma Arruda ganha escolta de empresa de segurança privada

07:22 - Leitão corre atrás de assinaturas para diminuir deputados e senadores

07:15 - Emanuel quer base unida para eleição da Mesa Diretora na Câmara

Domingo, 17 de junho de 2018

08:58 - Pré-candidata Margareth Buzetti não se apega a cargo e quer destravar economia - vídeo

Sábado, 16 de junho de 2018

15:15 - Gustavo de Oliveira descumpre estatuto da FIEMT e pode sofrer impugnação

11:17 - Ex-reitora da UFMT admite dificuldade na disputa ao Senado

10:51 - Vereador propõe que cargo de chefia só pode ser exercido por servidor efetivo