WhatsApp Twuitter

Terça, 12 de setembro de 2017, 12h50

política de mt

Adjunto da Sesp é gravado prometendo ajuda à esposa de preso

Celly Silva, repórter do GD


Uma conversa telefônica ocorrida no dia 9 de maio entre o secretário-adjunto de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) Gustavo Garcia e Ingrid Menezes, esposa do agente de tributos Alfredo Menezes Mattos Júnior aponta para a ocorrência de favorecimento para que a mulher pudesse passar mais tempo com o marido, durante suas visitas ao Centro de Custódia da Capital (CCC).

Marcus Vaillant

Gustavo Garcia

A conversa, cujo áudio foi divulgado pelo site MídiaNews,  foi interceptada pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), que apura, no âmbito da operação Zaqueus, a cobrança de propina de agentes públicos para reduzir o valor de um auto de infração de R$ 65 milhões para R$ 315 mil em favor da Caramuru Alimentos S/A.

O caso tramita na 7ª Vara Criminal de Cuiabá na ação penal em que Alfredo e outros dois agente de tributos da Secretaria de estado de Fazenda (Sefaz) são réus. Ele foi preso no dia 3 de maio e solto no dia 17 de junho, após pagar fiança de R$ 200 mil.

Na conversa telefônica, Ingrid conversa com Gustavo sobre a possibilidade de passar a tarde com o marido dentro da cadeia e pergunta a ele se isso é possível. O secretário explica a ela que o local tem horário de entrada, mas não de saída.

Veja:

Gustavo - "Aí faz o seguinte: amanhã - que lá eu não sei se tem almoço lá, se almoça lá, se não vai - a gente te busca, você almoça rapidinho com a gente e eu te deixo de volta".

Ingrid –
"Não, mas eu quero ficar lá com ele".

Gustavo – "Você vê como vai ficar lá".

Ingrid –
"Agora eu só queria que você visse para mim, Gustavo, aquele negócio de se eu vou ter que sair no primeiro turno, se existe isso".

Gustavo – "Não tem, cara, é direto, não precisa sair. Tem um horário de entrada, depois não entra mais. Então se você sair, você só pode voltar depois".

Em seguida, Ingrid pediu que Gustavo confirmasse se ela poderia ficar até mais tarde no presídio para acompanhar o marido e ele, por sua vez, disse iria tirar essa dúvida com um servidor e que se ela não conseguisse ficar até às 15 horas na unidade, poderia ligar que ele iria resolver. Veja:

Gustavo –
Não, eu ligo para o cara lá e vejo, entendeu? Amanhã eu vejo. Eu conheço o colega lá e ele me explica. Eu vou ligar para ele, tá bom?

Ingrid – Eu queria passar mais tempo com ele, entendeu?

Gustavo –
Entendi, mas isso aí eu resolvo, qualquer coisa eu ligo para ele lá. Você manda mensagem. Se não puder, você me avisa que eu ligo para ele.

Otmar de Oliveira

Alfredo Menezes

 

Outro lado

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) negou que o secretário-adjunto Gustavo Garcia tenha adotado qualquer postura que interferisse nas investigações da Delegacia fazendária ou mesmo na prisão de Alfredo, que é amigo de infância dele.

Conforme a assessoria da Sesp, após a prisão do agente de tributos, a família de Alfredo procurou Gustavo para pedir ajuda logística em Cuiabá, já que ele havia sido preso no Rio de Janeiro (RJ), onde a família vive e a esposa de Alfredo não sabia andar sozinha na capital mato-grossense.

A Sesp ressaltou ainda que Gustavo Garcia jamais agiria contra a lei e contra os preceitos que mantém a segurança no Estado por questões de sua índole e sua postura como servidor público. Confira a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) informa que o secretário adjunto de Inteligência, Gustavo Garcia, conforme já demonstrado nos autos da investigação criminal que tramitou na Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública, denominada Operação Zaqueus, não adotou qualquer ação ou postura que viesse a interferir nas investigações e consequente prisão do fiscal Alfredo Menezes de Matos Junior, ocorrida em maio do corrente ano.

Por serem amigos de infância, a família do fiscal, depois da sua prisão, procurou o secretário adjunto para solicitar apoio logístico em Cuiabá, já que são do Rio de Janeiro (RJ) e não conheciam bem a capital mato-grossense, o que foi prontamente atendido.

A Sesp ressalta ainda que, por questão de índole e por ser um servidor público exemplar, o secretário adjunto Gustavo Garcia jamais agiria contra a lei ou os elevados preceitos éticos que conduzem a segurança pública do estado. 



// matérias relacionadas

Terça, 05 de setembro de 2017

16:15 - TJ parcela em 4 vezes fiança de agente da Sefaz preso por corrupção

Terça, 15 de agosto de 2017

17:17 - STF nega liberdade a agente de tributos e mantém fiança de R$ 430 mil

Sábado, 29 de julho de 2017

08:20 - Sem dinheiro para fiança, agente da Sefaz recorre ao STF

Quinta, 27 de julho de 2017

13:57 - TJ manda Estado pagar salário a líder de esquema

Quarta, 26 de julho de 2017

09:48 - STJ nega pedido de suspensão de fiança a agente de tributos

Quarta, 19 de julho de 2017

16:32 - STJ nega isenção de fiança de agente preso por corrupção

Terça, 11 de julho de 2017

16:29 - Justiça reduz pela segunda vez valor de fiança de agente

Sexta, 07 de julho de 2017

11:50 - Sem dinheiro para fiança, agente da Sefaz recorre ao STJ

Quarta, 28 de junho de 2017

16:00 - Estado instaura PAD contra agentes da Sefaz envolvidos em fraudes

10:55 - Controladoria abre processo contra Caramuru e escritório de advocacia


// leia também

Sexta, 22 de setembro de 2017

17:27 - Governador oficializa afastamento de Jarbas e nomeia adjunto na Sesp

10:12 - Quero que Emanuel se 'foda', disse Silval a comparsa sobre gravações

09:08 - Advogado de comparsa do ex-governador afirma que áudio é fraude

Quinta, 21 de setembro de 2017

20:20 - Ex-chefe de gabinete de Silval diz que omitiu crimes em delação

15:20 - Botelho marca posse de Meraldo Sá na vaga de Fabris

11:34 - TCE mantém suspensão de aumento de repasse à Câmara

11:30 - Discurso de Trump é som de cachorro latindo, diz ministro da Coreia do Norte

10:15 - Deputados pretendem tirar o colega Gilmar Fabris da cadeia

08:41 - TCE quer saber se houve má-fé em compra superfaturada de maquinários

Quarta, 20 de setembro de 2017

20:13 - Taques detona Orlando Perri e vai acioná-lo no CNJ por afastar secretário