WhatsApp Twuitter

Sábado, 08 de setembro de 2018, 09h00

ataques anônimos

Mauro rebate vídeo em que é mostrado admitindo sociedade com Silval

Celly Silva, repórter do GD


Na noite de sexta-feira (7), o candidato a governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), publicou em seu perfil no Facebook um vídeo em que busca desmentir outro vídeo apócrifo, ou seja, sem a identificação do autor, que começou a circular nos últimos dias pelas redes sociais, em que aparece em um programa de entrevista local confirmando que já teve uma sociedade com o ex-governador Silval Barbosa.

Chico Ferreira

Mauro Mendes (DEM)

No Facebook, Mauro Mendes, juntamente com o vídeo, publicou uma mensagem que diz:

“Mesmo depois de condenada, a quadrilha do fake news continua agindo descaradamente para caluniar Mauro Mendes. Agora, circula pelas redes sociais uma montagem grosseira e mal feita distorcendo as palavras do ex-prefeito de Cuiabá. Na entrevista ao Programa Vip, Mauro afirma de maneira categórica que nunca foi sócio de Silval Barbosa. Numa farsa grosseira, a fala de Mauro foi cortada, deixando a impressão de que o candidato disse o contrário do que efetivamente afirmou.

Desde que as pesquisas passaram a mostrar Mauro na liderança, ele começou a ser atacado pelos adversários que montaram uma quadrilha para fazer ataques de baixarias e fake news. Não se deixe enganar, acompanhe a verdade pelo nosso site e aqui nas nossas redes. Ajude a compartilhar a verdade, pois só ela vence a mentira e conseguimos mudar Mato Grosso”.

                     

Leia também - Juiz determina suspensão de propaganda eleitoral de Pedro Taques

Também nos últimos dias, passou a circular outro vídeo apócrifo em que o governador e candidato à reeleição Pedro Taques (PSDB) acusa Mauro Mendes de ter sido sócio do ex-governador Silval Barbosa e também de repartir cargos no governo, caso seja eleito, entre pessoas já condenadas na Justiça. No vídeo, que utiliza imagens de um debate televisivo em que Mendes não compareceu, ele é chamado de “fujão”.

Ao Gazeta Digital, a assessoria de imprensa do candidato democrata afirmou que o setor jurídico da campanha está tentando identificar de onde partiram os vídeos apócrifos que buscam difamar a imagem de Mendes. 



// matérias relacionadas

Sexta, 14 de setembro de 2018

11:00 - Mauro Mendes fala sobre Segurança Pública no Cadeia Neles - veja vídeo

Quarta, 12 de setembro de 2018

11:00 - Arthur Nogueira sugere alternativas para a Segurança Pública - assista

Terça, 11 de setembro de 2018

14:50 - Chapa de Taques acusa candidatos do PT de descumprirem decisão

13:52 - TRE determina exclusão do PRTB da coligação liderada pelo governador

11:00 - Pedro Taques apresenta propostas para Segurança Pública - veja vídeo

Segunda, 10 de setembro de 2018

17:15 - Fávaro quer trabalhar para trazer rodovias e ferrovias para Mato Grosso

Sábado, 08 de setembro de 2018

09:17 - Wellington Fagundes arrecada R$ 1 milhão e gasta R$ 2,1 milhões

09:07 - Taques arrecada R$ 1,4 milhão e gasta R$ 576,1 mil em campanha

Quinta, 06 de setembro de 2018

14:39 - Juiz autoriza Sílvio Corrêa a trabalhar novamente para Silval Barbosa

10:45 - Facebook terá que apagar postagens que atingem o Procurador Mauro


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

09:56 - Pesquisas não influenciam na hora do voto, garantem eleitores

08:33 - Wellington Fagundes deve R$ 1,2 milhão por campanha

08:28 - Empresa alvo da Operação Catarata terá de oferecer pós-operatório

08:22 - Após um ano, só uma ação de Operação Malebolge foi proposta

Sábado, 15 de setembro de 2018

18:30 - Wellington Fagundes angaria mais apoios no Araguaia

16:20 - Jayme, Mauro e Fávaro assumem compromisso de resgatar perdas de Lei Kandir

15:45 - Carlos Fávaro afirma que cadeia produtiva deve ser priorizada

15:30 - MT tem muita potencialidade, mas está adormecido por incompetência, avalia Mauro

15:00 - Cuiabania ouve propostas do governador Pedro Taques

14:30 - Valtenir percorre 16 municípios do Araguaia a partir deste sábado