WhatsApp Twuitter

Domingo, 09 de setembro de 2018, 17h25

Taques garante qualificação e complemento salarial aos agentes de saúde

Da assessoria


Agentes comunitários de saúde (ACS) se reuniram com o governador Pedro Taques (PSDB) e vão apoiá-lo na campanha à reeleição. A presidente do sindicato da categoria, Dinorá Magalhães, que representa cerca de 7 mil trabalhadores, diz que os agentes de saúde são gratos pelo reconhecimento que o Governo do Estado teve com a categoria durante os quase quatro anos de gestão Taques.
 

Divulgação/Assessoria

Por sua vez, o governador Pedro Taques garantiu que em seu próximo mandato vai promover, por meio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec), cursos de formação e qualificação dos agentes comunitários de saúde em todo o Estado. Hoje um curso deste custa cerca de R$ 2,8 mil e é realizado em Cuiabá. Além de desembolsar o valor, quem mora no interior tem que deslocar mais de mil quilômetros uma vez por mês para a capital para se qualificar.
 
“Temos 13 pólos da Unemat (Universidade Estadual de Mato Grosso) no Estado, 16 Cefapros (Centro de Formação de Professores) e é possível promover curso à distância e a qualificação de forma gratuita a vocês”, destacou Taques.
 
O governador destacou que pretende, ao ser reeleito, garantir uma complementação em definitivo no salário dos agentes comunitários de saúde, pois a remuneração hoje dos profissionais é de R$ 1.014. Por meio do programa Pró-Família, o governo complementa em R$ 100 a renda destes trabalhadores.
 
“O Pró-Família ficou bom para o beneficiado e ao agente comunitário de saúde. Tem município em que os agentes comunitários ganham menos do que um salário mínimo. Esse complemento faz a diferença porque está garantindo o pão, o leite da criança todos os dias, a verdura e a fruta tanto para os agentes de saúde quanto para as famílias”, disse Dinorá.
 
O Pró-Família atende 25 mil famílias que vivem abaixo da linha da miséria em Mato Grosso. É concedido um valor de R$ 100 por família, além de amparo em programas de emprego e renda e R$ 100 aos agentes comunitários de saúde que ajudam a executar o programa. São cerca de 3,6 mil ACS no programa e atendem cerca de 15 famílias por dia.
 
“O governo do Pedro Taques foi o melhor para os agentes comunitários de saúde e sabemos que quando ele for reeleito não vai nos deixar na mão. Estamos afinando para reelege-lo e reafirmar compromissos. Ele entende que os profissionais são essenciais e já demonstrou isso e nos dá confiabilidade. É o único candidato com perfil de que entende que a nossa qualificação é importante, ele vai dar a contrapartida do Estado”, disse Dinorá.
 
No dia 14 de setembro, o governador Pedro Taques vai se reunir em uma grande reunião com os agentes comunitários de saúde. O encontro será promovido pela diretoria do sindicato da categoria.



// matérias relacionadas

Domingo, 16 de setembro de 2018

08:33 - Wellington Fagundes deve R$ 1,2 milhão por campanha

Sábado, 15 de setembro de 2018

18:30 - Wellington Fagundes angaria mais apoios no Araguaia

16:20 - Jayme, Mauro e Fávaro assumem compromisso de resgatar perdas de Lei Kandir

15:45 - Carlos Fávaro afirma que cadeia produtiva deve ser priorizada

15:30 - MT tem muita potencialidade, mas está adormecido por incompetência, avalia Mauro

15:00 - Cuiabania ouve propostas do governador Pedro Taques

14:30 - Valtenir percorre 16 municípios do Araguaia a partir deste sábado

13:44 - Janaina Riva passa mal e suspende agenda em Juara

08:26 - Waldir Caldas quer mudança na forma de financiamento da educação

08:00 - Mendes promete recuperar nome da PM após escândalo dos grampos ilegais


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

09:56 - Pesquisas não influenciam na hora do voto, garantem eleitores

08:28 - Empresa alvo da Operação Catarata terá de oferecer pós-operatório

08:22 - Após um ano, só uma ação de Operação Malebolge foi proposta

Sexta, 14 de setembro de 2018

19:54 - TRE ignora impugnação de adversários e defere candidatura de Pedro Taques

18:55 - Taques intensifica campanha no Araguaia neste final de semana

17:53 - Wellington Fagundes defende a Universidade Federal do Araguaia

17:15 - TRE manda Youtube excluir vídeo que denigre imagem de Carlos Bezerra

15:39 - Fávaro chama Leitão de oportunista e afirma unidade no grupo

15:16 - MPE defende que Selma Arruda tenha apenas 7 segundos de propaganda na TV

13:05 - Conclusão do novo Pronto-Socorro é prioridade de Temer, afirma Carlos Marun