WhatsApp Twuitter

Domingo, 16 de setembro de 2018, 08h33

Eleições 2018

Wellington Fagundes deve R$ 1,2 milhão por campanha

Pablo Rodrigo, repórter de A Gazeta


O senador Wellington Fagundes (PR) é o candidato ao governo do Estado que mais possui dívidas de campanha até agora. De acordo com as prestações de contas junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE -MT), o republicano deve R$ 1,2 milhão, do total de R$ 2,7 milhões em despesas já contratadas. Até o momento, o republicano arrecadou R$ 1,8 milhão, sendo que R$ 1,6 milhão foi destinado a pagar pela produção de seus programas eleitorais na televisão e no rádio.

Marcus Vaillant

O ex-prefeito Mauro Mendes (DEM), que também disputa o Paiaguás, tem uma dívida de R$ 600 mil. O democrata já pagou R$ 1,3 milhão dos R$ 1,9 milhão de despesas apresentadas à Justiça Eleitoral. Até agora, Mendes arrecadou R$ 2,1 milhões.

Leia também - Após um ano, só uma ação de Operação Malebolge foi proposta

O governador Pedro Taques (PSDB), que busca a reeleição, também tem dívidas. Elas somam R$ 400 mil, já que, dos R$ 1,8 milhão de despesa contraídas, o tucano pagou R$ 1,4 milhão. A arrecadação de Taques foi de R$ 1,5 milhão até o momento, sendo que R$ 1,2 milhão foram repassados pela direção nacional do PSDB.

Arthur Nogueira (Rede) tem contas mais modestas, porém, equilibradas. O candidato da Rede arrecadou R$ 14,9 mil e apresentou uma despesa de R$ 13,3 mil, que já foi quitada.

Já Moisés Franz, do PSOL, que arrecadou R$ 6,3 mil, ainda não apresentou à Justiça Eleitoral as despesas contratadas.

O primeiro prazo para que os partidos políticos e candidatos enviassem à Justiça Eleitoral, por meio do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), um balanço parcial de suas contas de campanha terminou no dia 9 de setembro.

Na prestação de contas parcial, deve constar o registro da movimentação financeira e/ou estimável em dinheiro, ocorrida desde o início da campanha, até o dia 8 de setembro. A determinação está prevista no artigo 28, º 4º, inciso II, da Lei nº9.504/1997.



// matérias relacionadas

Sábado, 15 de setembro de 2018

18:30 - Wellington Fagundes angaria mais apoios no Araguaia

16:20 - Jayme, Mauro e Fávaro assumem compromisso de resgatar perdas de Lei Kandir

15:45 - Carlos Fávaro afirma que cadeia produtiva deve ser priorizada

15:30 - MT tem muita potencialidade, mas está adormecido por incompetência, avalia Mauro

15:00 - Cuiabania ouve propostas do governador Pedro Taques

14:30 - Valtenir percorre 16 municípios do Araguaia a partir deste sábado

13:44 - Janaina Riva passa mal e suspende agenda em Juara

08:26 - Waldir Caldas quer mudança na forma de financiamento da educação

08:00 - Mendes promete recuperar nome da PM após escândalo dos grampos ilegais

Sexta, 14 de setembro de 2018

19:54 - TRE ignora impugnação de adversários e defere candidatura de Pedro Taques


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

09:56 - Pesquisas não influenciam na hora do voto, garantem eleitores

08:28 - Empresa alvo da Operação Catarata terá de oferecer pós-operatório

08:22 - Após um ano, só uma ação de Operação Malebolge foi proposta

Sexta, 14 de setembro de 2018

18:55 - Taques intensifica campanha no Araguaia neste final de semana

17:53 - Wellington Fagundes defende a Universidade Federal do Araguaia

17:15 - TRE manda Youtube excluir vídeo que denigre imagem de Carlos Bezerra

15:39 - Fávaro chama Leitão de oportunista e afirma unidade no grupo

15:16 - MPE defende que Selma Arruda tenha apenas 7 segundos de propaganda na TV

13:05 - Conclusão do novo Pronto-Socorro é prioridade de Temer, afirma Carlos Marun

13:00 - Confira a entrevista do candidato Waldir Caldas no Jornal do Meio Dia - veja vídeo