WhatsApp Twuitter

Quarta, 13 de setembro de 2017, 00h00

Se relacionar bem é uma arte

Guilherme Alf


As pessoas estão mais conectadas do que nunca. E não falo de redes sociais, falo das conexões entre elas. Além disso, com o auxílio de muitas ferramentas, a capacidade de armazenar informações não para de aumentar. E, na minha opinião, consequentemente as possibilidades de fazer negócios ou de levantar novos rumos para a carreira professional são cada vez maiores.

Eu, como Relações Públicas, tenho dedicado boa parte das minhas estratégias de negócio às redes de relacionamento. Acredito que as redes são um poderoso diferencial para construir sucesso em qualquer área de atuação. Todo mundo precisa se relacionar bem, afinal de contas se relacionar bem é uma arte.

De maneira rápida e objetiva compartilho neste texto dicas práticas de como você pode melhorar o seu relacionamento com parceiros e prospects.

Relacionamento não é uma linha reta. Você não conhece alguém e logo convida para ir para o motel, certo? Relacionamentos precisam ser sexy e ser sexy não é ser direto. É preciso cumprir uma certa ordem das coisas. Obviamente que existem as exceções, mas o certo é ir passo a passo.

Comece com pequena conexões. Por mais que você tenha ótimas intenções, nunca tenta começar um relacionamento de maneira muito grandiosa. Ele precisa começar pequeno, é um jogo de confiança. Você não chega pedindo mil coisas e você não chega prometendo mil coisas. Quase sempre existe algo em comum entre você a pessoa que você está se conectando. Foque nisso, foque em tornar esse ponto comum em algo seguro.

Primeiro relacionamento, depois negócios. Não precisa bancar o amigão, mas você sempre vai ter mais chance de fazer bons negócios se já tiver uma relação com a outra ponta. Para isso é fundamental que você seja uma pessoa agradável, social e que saiba a hora certa de propor um negócio.

A vida não é só de exatas. Para fazer relacionamento é fundamental entender algo chamado: Contexto. E ele precisa ser muito levado em consideração. Inclusive no que estamos conversando aqui. Você precisa analisar ambiente, momento, até mesmo o humor das pessoas para criar as conexões certas. Aquela velha história da hora certa com o lugar certo. Isso não vem só do acaso, você pode construir isso.

Se coloque na posição de servir para ser servidor. Garanto que você recebeu muito mais do que fez essas ligações. "Ah, mas como vou saber que alguém precisa"? Se você prestar atenção vai enxergar inúmeras possibilidades.

Relacionamento precisa de estratégia. Não é feio se preparar para montar uma rede de relacionamento que lhe traga bons negócios. Você precisa se preparar para participar de eventos (inclusive aqueles que não são importantes para você, mas são importantes para a pessoa que você quer se conectar). Montar um calendário de eventos pode lhe ajudar.

Conecte pessoas. Funciona como um hub. Quando você passa a fazer conexões entre pessoas é natural que elas tenham uma certa "gratidão" por você e isso pode render bons frutos no futuro.

Compartilhe conhecimento. Toda vez que você compartilha algo é natural que você se conecte com alguém. E mais do que isso, você sempre acaba aprendendo algo e se passar adiante vai fazer novas conexões.

Relacionamento precisa de dinheiro. Sim, você precisa investir. Seja indo a um evento, seja comprando o livro de alguém que você está se aproximando, seja convidando alguém para um jantar especial. Ter capacidade de investir pode ser fundamental em algumas redes de relacionamento.

E por fim um dos maiores aprendizados que tive nos últimos tempos: não desperdice um café! Se você chamar alguém para uma conversa saiba exatamente quais são os seus objetivos com aquela conexão ou você corre risco de causar uma decepção ao invés de uma aproximação.

Relacionamento é petróleo. Basta procurar, encontrar e manter a sua plataforma de relacionamento sempre ativa!

Guilherme Alf é palestrante da Insperiência



// leia também

Sábado, 23 de setembro de 2017

00:00 - Ausência de poder

00:00 - Setembro chegou sem FEX

00:00 - Investimento sustentável

00:00 - Zero elevado a nada

00:00 - Nossos rios pedem socorro

Sexta, 22 de setembro de 2017

00:00 - O ICMS e o Simples Nacional

00:00 - Temer está fora de órbita

00:00 - Acúmulo de funções

00:00 - O local dos espíritos

00:00 - O homem e o clima