WhatsApp Twuitter

Quarta, 13 de setembro de 2017, 16h35

caminho alternativo

Curso técnico pode ajudar a conseguir emprego em meio à crise


Mesmo com a crise econômica, que resultou em fechamento de vagas em diversos setores da economia, alguns ramos têm conseguido reagir e abrir vagas de emprego.

Entre os setores que houve aumento no nível de emprego estão a indústria de transformação, comércio, serviços, agropecuária e construção civil. Levantamento feito pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) mostra que as áreas ligadas ao consumo – como vestuário, alimentos, eletrodomésticos e veículos – estão entre as que mais abriram oportunidades de trabalho.

Na contramão, apresentaram saldos negativos os setores utilidade pública, administração pública e extrativa mineral.

Reprodução

Entre os setores que houve aumento no nível de emprego estão a indústria de transformação, comércio, serviços, agropecuária e construção civil.

Formação técnica

De acordo com diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi, candidatos com nível técnico podem ter mais chances de recolocação no mercado, já que 78% das ocupações industriais exigem esse tipo de formação.

"Em tempos de crise, 70% dos egressos [dos cursos técnicos] estão inseridos no mercado de trabalho já no primeiro ano", afirma. "O salário inicial de uma formação técnica gira em torno de R$ 2 mil. Em dez anos de atividade, esse salário varia entre R$ 8,5 mil e R$ 12 mil", acrescentou.

Para os profissionais com nível superior, o mercado de trabalho está mais retraído, conforme levantamento do Senai.

O número de vagas de trabalho com carteira assinada cresceu em julho. Conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, houve crescimento de 35.900 postos de trabalho - resultado de 1.167.770 admissões e de 1.131.870 desligamentos. 



// matérias relacionadas

Terça, 19 de junho de 2018

17:01 - Valor Bruto da Produção Agropecuária deve cair 2,3% em 2018, para R$ 552 bi

15:36 - Preço médio dos imóveis em nove capitais fica estável em maio

Domingo, 17 de junho de 2018

09:39 - Na era digital, agência bancária 'encolhe'

Quinta, 14 de junho de 2018

16:30 - Para o FMI, economia dos EUA deve crescer 2,9% em 2018 e 2,7% em 2019

Quarta, 13 de junho de 2018

14:24 - Comércio varejista mantém expectativa de crescimento, aponta CNC

Segunda, 11 de junho de 2018

20:00 - Custos da criminalidade no Brasil correspondem a 4,38% do PIB

17:03 - País tem 63 milhões de consumidores com nome sujo

Sábado, 09 de junho de 2018

09:25 - Micro e pequenas empresas podem aderir Refis até dia 9 de julho

Sexta, 08 de junho de 2018

13:35 - Dólar cai para R$ 3,74 após ação do Banco Central

Quinta, 07 de junho de 2018

18:05 - Brasil perde R$ 5,7 bilhões por ano ao não reciclar resíduos plásticos


// leia também

Quarta, 20 de junho de 2018

12:30 - Não está claro se Brasil conseguirá nos substituir na soja para China, diz Ross

09:04 - Empresas retomam transporte de carga em meio a frete indefinido

08:59 - INSS - saiba quando é possível pedir a aposentadoria por idade

Terça, 19 de junho de 2018

17:47 - Grupo internacional deve investir R$ 18 milhões em Mato Grosso

17:24 - Retiradas do PIS/Pasep batem recorde no primeiro dia de saque

16:33 - Saiba o impacto que os caminhoneiros causaram 1 mês após greve começar

11:59 - Compra e venda de aço pela rede de distribuição caem 3% em maio, diz Inda

09:16 - Vendas do varejo sobem 3% em maio, mesmo com greve dos caminhoneiros

08:59 - Desconto prometido no diesel ainda não chegou às bombas

Segunda, 18 de junho de 2018

18:30 - Tribunal condena construtora por entrega de imóvel que atrasou 17 meses