WhatsApp Twuitter

Quarta, 12 de setembro de 2018, 10h25

mercado internacional

Participação das exportações na produção industrial fica estável


 A participação das exportações na produção industrial brasileira se manteve estável no primeiro semestre, enquanto as importações continuam em alta, de acordo com um estudo da CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Foto: Germano Lüders

Em junho, a indústria exportou 15,7% da produção nos 12 meses — o chamado coeficiente de exportação, mesmo patamar registrado na última pesquisa, em dezembro de 2017. Já os produtos importados responderam por 17,5% do consumo dos brasileiros, acima dos 17,1% registrados em 2017.

De acordo com a CNI, contribuiu para esse cenário a apreciação do real e os cenários de incerteza no mercado doméstico e internacional.

"A política de juros norte-americana gera pressões sobre as moedas das economias emergentes, com destaque para a Argentina, um importante parceiro comercial do Brasil. No plano interno, incertezas ligadas principalmente ao quadro político contribuem para maior volatilidade cambial", afirma a economista da confederação, Samantha Cunha.

Houve crescimento no coeficiente de insumos industriais importados, que passou de 23,1 pontos para 23,4 pontos, com a indústria importando mais insumos para fazer frente à recuperação do mercado doméstico. Já o coeficiente de exportações líquidas, que mostra a diferença entre as receitas obtidas com as exportações e as despesas com importação de insumo, caiu de 6,5% em 2017 para 6,1% nos 12 meses até junho de 2018.

No acumulado em 12 meses, até junho de 2018, foram registradas quedas no coeficiente de exportações em setores como metalurgia, veículos automotores, farmoquímicos e farmacêuticos e alimentos. Já o coeficiente do setor de máquinas e equipamentos vem registrando crescimento desde 2013, quando passou de 11,6% para 19,1%.

Pelo lado das importações, houve aumento na participação dos importados em setores como equipamentos de transporte (reboques, aviões, navios), vestuário e acessórios, farmoquímicos e farmacêuticos e produtos de metal.



// matérias relacionadas

Quinta, 13 de setembro de 2018

09:24 - Setor de cachaça faturou mais de R$ 10 bilhões em 2017

Sexta, 17 de novembro de 2017

13:31 - Exportações do setor agropecuário crescem mais de 150%

Sexta, 01 de setembro de 2017

22:30 - China pretende ampliar importação de carnes do Brasil

Terça, 04 de julho de 2017

19:05 - Frigoríficos terão que recortar carne a ser exportada para os EUA


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

07:47 - Benefícios fiscais para montadoras atingirão recorde de R$ 7,2 bi em 2019

07:42 - Equilibrar contas públicas é o principal desafio, dizem economistas

Sábado, 15 de setembro de 2018

14:53 - Crise de 2008 resultou em desindustrialização e crise fiscal no Brasil

12:12 - Infraero prorroga edital para exploração comercial em 3 aeroportos

08:53 - McDonald's oferece 20 oportunidades de trabalho em Cuiabá

Sexta, 14 de setembro de 2018

17:38 - Dólar tem dia de trégua e cai para R$ 4,1649 após máxima histórica de ontem

15:56 - Renda das mulheres é 42,7% menor que a dos homens, diz Pnud

15:47 - Caixa vai reduzir taxa para imóveis de até R$ 1,5 milhão

10:00 - Em dois meses, preço de massas e pães subiu 10% no país

09:45 - Volume de serviços recua 2,2% de junho para julho