WhatsApp Twuitter

Quinta, 04 de maio de 2017, 11h30

Messi apela na Fifa contra suspensão de 4 jogos nas Eliminatórias da Copa


Lionel Messi irá apelar nesta quinta-feira junto à Fifa contra a suspensão de quatro partidas que recebeu nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018. O jogador recebeu a dura punição da entidade máxima do futebol por ter insultado a um auxiliar da arbitragem durante o jogo no qual a Argentina venceu o Chile por 1 a 0, no último dia 23 de março, em Buenos Aires.

Após a Associação de Futebol Argentino (AFA) ter anunciado, no final de março, que entrou com recurso para reduzir a suspensão, o atacante irá apresentar seus argumentos para atenuar a pena por meio de uma videoconferência. Não é esperado, porém, um veredicto imediato para o caso.

O painel de apelações da Fifa geralmente anuncia uma decisão dentro de um período de algumas semanas seguintes a um recurso quando o caso não é considerado urgente. E, como a próxima partida da seleção argentina nas Eliminatórias será apenas em 31 de agosto, contra o Uruguai, fora de casa, a entidade que controla o futebol mundial tem tempo de sobra para analisar a situação do jogador e anunciar um veredicto.

Messi foi suspenso horas antes de a Argentina enfrentar a Bolívia, em La Paz, onde os donos da casa acabaram vencendo por 2 a 0, pela 14Ð rodada das Eliminatórias do Mundial da Rússia. Sem poderem contar com seu grande craque, os argentinos assim se complicaram no qualificatório sul-americano, no qual ocupam a quinta posição, que hoje obrigaria o time nacional a disputar uma repescagem contra uma seleção da Oceania por vaga na Copa.

O astro do Barcelona foi punido pela Fifa com o gancho de quatro partidas em jogos oficiais da seleção nacional devido a uma discussão com o assistente brasileiro de arbitragem Emerson Carvalho, ocorrida no final do confronto com o Chile, no dia 23 de março. Ironicamente, os argentinos venceram os chilenos por 1 a 0, justamente com gol de Messi, de pênalti, naquela ocasião.

Imagens de televisão flagraram o camisa 10 falando de forma agressiva com o integrante do trio de arbitragem brasileiro. O atleta agitou os braços e teria insultado o assistente. Entretanto, o incidente não havia sido relatado, inicialmente, na súmula da partida, pelo árbitro Sandro Meira Ricci.

O regulamento disciplinar da Fifa prevê uma sanção de ‘ao menos quatro jogos por conduta antidesportiva contra um árbitro de partida‘. E, em um caso semelhante ocorrido em outro confronto das Eliminatórias, em setembro do ano passado, a Fifa suspendeu por quatro duelos o meio-campista chileno Gary Medel por insulto verbal a um juiz. Uma destas partidas de suspensão, porém, foi colocada em suspenso (só será cumprida se o atleta voltar a cometer uma irregularidade deste tipo). Ou seja, a punição, na prática, foi reduzida para três jogos.

Caso não consiga reduzir a sua suspensão, Messi ficará fora da partida que a Argentina fará contra o Uruguai, em 31 de agosto, e também não atuará nos duelos contra Venezuela, em 5 de setembro, e Peru, em 5 de outubro, estes dois últimos em casa e considerados fundamentais na luta por uma vaga na Copa do Mundo. 



// matérias relacionadas

Quarta, 13 de setembro de 2017

09:07 - Ex-dirigente revela abuso de poder por Infantino e abre nova crise na Fifa

Terça, 18 de julho de 2017

11:52 - Brasil é alertado sobre pedido de prisão de Ricardo Teixeira na Espanha

08:52 - Operação contra corrupção no futebol espanhol prende cúpula do futebol

Quinta, 13 de julho de 2017

11:26 - Delator em investigação do FBI sobre a Fifa, Chuck Blazer morre aos 72 anos

Segunda, 19 de junho de 2017

15:26 - Órgão da Fifa propõe jogo de futebol com 60 minutos

Terça, 23 de maio de 2017

11:16 - Autoridades espanholas dizem que pedido de prisão a Ricardo Teixeira é provável

Quinta, 11 de maio de 2017

11:46 - Infantino defende sua gestão e critica notícias falsas sobre a Fifa

Sexta, 05 de maio de 2017

11:45 - Fifa aceita recurso e anula suspensão de Messi da seleção argentina

Quarta, 03 de maio de 2017

10:54 - Fifa sugere mudar rotação da sede da Copa e abre portas para China em 2030

Sábado, 29 de abril de 2017

10:13 - Presidente da Fifa, Gianni Infantino é alvo de investigação


// leia também

Terça, 19 de setembro de 2017

18:04 - Vecchio crê na inteligência do Santos para vencer a força do Barcelona-EQU

17:15 - Pará pede cuidado ao Flamengo para não ser surpreendido pela Chapecoense em casa

13:56 - Substituto de Neymar no Barcelona, Dembélé passa bem após cirurgia

13:38 - Novo patrocinador do COB promete premiação em dinheiro para medalhistas

10:38 - Cuca critica adoção do árbitro de vídeo e diz que 'será uma lambança'

09:52 - Mal-estar com Neymar isola o uruguaio Cavani no ataque

09:37 - Seleção feminina leva virada e perde mais uma da Austrália em amistoso

Segunda, 18 de setembro de 2017

16:11 - Promessa de novo recorde de público no Morumbi anima o São Paulo para clássico

15:47 - Após polêmica com Jô, Brasileirão pode ter árbitro de vídeo na próxima rodada

09:13 - Cuiabá Arsenal atropela Goiânia Rednecks e segue para oitavas