WhatsApp Twuitter

Terça, 18 de julho de 2017, 08h52

Esporte

Operação contra corrupção no futebol espanhol prende cúpula do futebol


Ángel Maria Villar, grande nome do futebol mundial e um dos últimos herdeiros da Era Blatter na Fifa, foi preso na Espanha. O presidente da Federação Espanhola de Futebol e membro da Fifa foi detido nesta terça-feira, em Madri, em uma operação anticorrupção. Seu filho, Gorka Villar, também foi preso. Ele havia sido o número 2 da Conmebol.

A operação contra a corrupção no futebol espanhol está sendo liderada pelo juiz Santiago Pedraz, que investiga suspeitas de falsidade em documentos públicos, administração desleal, apropriação indevida e possível roubo de bens.


Presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Ángel Maria Villar é candidato à presidência da Uefa.

“Essas pessoas vinculadas à federação poderiam ter sido beneficiadas, por meio de diferentes empresas, em prejuízo à Federação Espanhola de Futebol”, informou o comunicado da Justiça espanhola. A operação de busca ocorre em dez endereços, inclusive na sede da federação de futebol. “Estão previstas detenções policiais”, afirmou a nota judicial.

Entre as investigações está o desvio de 1,5 milhão de euros (aproximadamente R$ 5,5 milhões) que a federação deveria usar para fins de desenvolvimento em países pobres, inclusive na Líbia e Haiti.

Villar ainda é suspeito de ter feito desembolsos para garantir sua eleição como presidente da federação. Em maio, ele foi eleito pela oitava vez e já está há quase 30 anos no poder.

Na Fifa, ele se recusou a cooperar com as investigações sobre a compra de votos para a eleição das sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022.

Seu filho, Gorka, também é suspeito de fazer parte de um esquema pelo qual empresas de consultoria seriam usadas para desviar dinheiro da renda de jogos da seleção da Espanha em seu auge de campeã do mundo. Uma partida entre Espanha e Coreia do Sul, no ano passado, também está sob suspeita.

Escutas realizadas durante três meses ainda indicaram que Gorka, mesmo sem um cargo oficial, mantinha amplo controle da entidade comandada pelo seu pai.

Na América do Sul, Gorka foi suspeito de ter participado de um esquema de corrupção na Copa Libertadores e que também envolvia a ameaça aos clubes que tentassem questionar o sistema. Segundo o auto do processo contra a Conmebol no Uruguai, os times chegaram a ser ameaçados de serem expulsos dos torneios internacionais.

O ex-presidente da entidade, Eugenio Figueredo admitiu diante de um juiz no final de 2015 que as ameaças ocorreriam graças às ligações de um de seus diretores, Gorka Villar, com a cúpula da Fifa.

Segundo Figueredo, Villar enviava à Associação Uruguaia de Futebol (AUF) "notas intimidatórias que eram ratificadas pela Fifa". Elas afirmariam que os clubes poderiam ser suspensos e que até a AUF poderia ficar de fora de torneios. Segundo os jornais paraguaios, Villar entrou na Conmebol durante uma noite e, com assessores, destruiu parte dos arquivos da entidade.

 



// matérias relacionadas

Quarta, 13 de setembro de 2017

09:07 - Ex-dirigente revela abuso de poder por Infantino e abre nova crise na Fifa

Terça, 18 de julho de 2017

11:52 - Brasil é alertado sobre pedido de prisão de Ricardo Teixeira na Espanha

Quinta, 13 de julho de 2017

11:26 - Delator em investigação do FBI sobre a Fifa, Chuck Blazer morre aos 72 anos

Segunda, 19 de junho de 2017

15:26 - Órgão da Fifa propõe jogo de futebol com 60 minutos

Terça, 23 de maio de 2017

11:16 - Autoridades espanholas dizem que pedido de prisão a Ricardo Teixeira é provável

Quinta, 11 de maio de 2017

11:46 - Infantino defende sua gestão e critica notícias falsas sobre a Fifa

Sexta, 05 de maio de 2017

11:45 - Fifa aceita recurso e anula suspensão de Messi da seleção argentina

Quinta, 04 de maio de 2017

11:30 - Messi apela na Fifa contra suspensão de 4 jogos nas Eliminatórias da Copa

Quarta, 03 de maio de 2017

10:54 - Fifa sugere mudar rotação da sede da Copa e abre portas para China em 2030

Sábado, 29 de abril de 2017

10:13 - Presidente da Fifa, Gianni Infantino é alvo de investigação


// leia também

Terça, 19 de setembro de 2017

18:04 - Vecchio crê na inteligência do Santos para vencer a força do Barcelona-EQU

17:15 - Pará pede cuidado ao Flamengo para não ser surpreendido pela Chapecoense em casa

13:56 - Substituto de Neymar no Barcelona, Dembélé passa bem após cirurgia

13:38 - Novo patrocinador do COB promete premiação em dinheiro para medalhistas

10:38 - Cuca critica adoção do árbitro de vídeo e diz que 'será uma lambança'

09:52 - Mal-estar com Neymar isola o uruguaio Cavani no ataque

09:37 - Seleção feminina leva virada e perde mais uma da Austrália em amistoso

Segunda, 18 de setembro de 2017

16:11 - Promessa de novo recorde de público no Morumbi anima o São Paulo para clássico

15:47 - Após polêmica com Jô, Brasileirão pode ter árbitro de vídeo na próxima rodada

09:13 - Cuiabá Arsenal atropela Goiânia Rednecks e segue para oitavas