WhatsApp Twuitter

Domingo, 10 de setembro de 2017, 09h44

Amanda Nunes vence por decisão dividida e mantém cinturão do UFC


Com uma postura mais tática e menos agressiva do que de costume, a brasileira Amanda Nunes teve êxito na defesa do seu título do peso galo na principal luta do UFC 215, realizado em Edmonton, no Canadá, na noite deste sábado, ao derrotar a desafiante Valentina Shevchenko, do Quirguistão, por decisão dividida dos árbitros.

Dois juízes apontaram a vitória para a brasileira como 48 a 47, enquanto outro avaliou que Valentina triunfou por 48 a 47. E isso foi suficiente para a ‘Leoa‘ ampliar o seu retrospecto para 15 vitórias e quatro derrotas. ‘Eu queria mostrar ao mundo que estou aqui para ficar‘, disse Amanda Nunes.

Foi uma luta em que as rivais esbanjaram cuidados e aplicaram poucos golpes, o que irritou os torcedores presentes ao Rogers Place. A situação só foi um pouco diferente no último dos cinco rounds, quando Amanda foi mais agressiva, partiu para a luta agarrada e derrubou duas vezes a oponente.

Em entrevista coletiva, Amanda Nunes declarou que a sua vitória foi uma resposta aos detratores, que a criticam por só conseguir definir as suas vitórias com nocautes rápidos, sem supostamente ter condições de lutar em alto nível por um tempo maior. ‘Eu sei que a multidão quer ver um nocaute, mas esta noite, essa luta foi para mim, para lutar os cinco rounds e provar que sou a melhor. Eu estou aqui para ficar. Estou aqui por uma razão‘, disse.

Shevchenko agora acumula 14 vitórias e três derrotas no MMA. ‘Eu não concordo com a decisão‘, disse a lutadora do Quirguistão. ‘Eu ganhei essa luta‘, acrescentou apontando que venceu três rounds e minimizando o fato de Amanda Nunes tê-la derrubado no quinto. ‘Eu estava dando mais golpes no chão (do que Amanda, que estava por cima)‘.

Essa foi a segunda vez que Amanda venceu Shevchenko em 18 meses. Em março de 2016, no UFC 196, o triunfo da brasileira foi por decisão unânime. Elas estavam programadas para lutar em julho no UFC 213, mas Amanda desistiu no dia do combate por problemas de saúde.

Amanda conquistou o cinturão do peso galo do UFC em julho de 2016, quando venceu Miesha Tate por finalização, com um mata-leão. Depois, derrotou Ronda Rousey em apenas 48 segundos, a nocauteando com uma sequência de socos.

Também pelo UFC 215, o brasileiro Rafael dos Anjos, ex-campeão do peso leve, finalizou o norte-americano Neil Magny no primeiro round para faturar a segunda vitória em duas lutas desde que mudou para a divisão dos meio-médios. O triunfo foi definido quando ele encaixou um katagatame com 3min34 de luta. ‘Estou indo para o cinturão. Estou treinando duro, sou ex-campeão peso leve e quero o cinturão dos meio-médios‘, disse o brasileiro.

Em luta pelo peso mosca, Wilson Reis perdeu para o norte-americano Henry Rejudo, que venceu por nocaute através de socos no segundo round. Nos eventos preliminares, a peso galo Ketlen Vieira finalizou a norte-americana Sara McMann, o peso pesado Luis Henrique KLB perdeu por decisão unânime para o indiano Arjan Bhullar e Adriano Martins foi nocauteado pelo canadense Kajan Johnson.



// matérias relacionadas

Sexta, 10 de novembro de 2017

20:32 - Anderson Silva é notificado por possível doping e está fora de luta contra Gastelum

Terça, 31 de outubro de 2017

09:38 - UFC procura estádios e realizará três eventos no Brasil em 2018

Domingo, 29 de outubro de 2017

09:47 - Covington chama brasileiros de 'animais' e sai escoltado do ginásio

Sábado, 28 de outubro de 2017

14:20 - Norte-americano que veio para o UFC São Paulo dispara; 'Odeio o Brasil'

Quinta, 19 de outubro de 2017

09:28 - Jon Jones é o maior desperdício da história do esporte, diz Dana White

Quarta, 18 de outubro de 2017

10:01 - Campeão da primeira edição do TUF Brasil, Rony Jason é demitido do UFC

Quarta, 06 de setembro de 2017

09:52 - Após perder May-Mac, McGregor pede desculpas para Dana White

Sexta, 01 de setembro de 2017

09:12 - Demian Maia ressalta vantagem de lutar em São Paulo e afirma; 'Quero ser campeão'

Quarta, 23 de agosto de 2017

09:01 - Jon Jones é pego novamente no doping e UFC recebe notificação

Sexta, 30 de junho de 2017

08:57 - Chefão do UFC diz que Ronda não volta mais a lutar. 'Vai se aposentar'


// leia também

Sábado, 18 de novembro de 2017

14:30 - Fechamento de cratera na BR-040, no Rio, deve ser concluído neste sábado

14:00 - Melo e Kubot arrasam rivais e vão à decisão do ATP Finals

13:30 - Brasil fatura prata no 4x50m medley misto em etapa da Copa do Mundo

12:30 - Arsenal vence clássico e impede Tottenham de se aproximar do líder do Inglês

07:50 - Brasil e Costa Rica fazem amistosos em Campo Verde e Cuiabá

Sexta, 17 de novembro de 2017

22:13 - Testemunha diz que Del Nero já mandava na CBF na gestão Marin

21:05 - STJD suspende torcida organizada do Palmeiras dos jogos finais

20:28 - Roberto de Andrade promete Corinthians com força máxima até o fim do Brasileiro

19:57 - Conheça os envolvidos no escândalo de corrupção que abalou o futebol

13:45 - Ferrari da última vitória de Schumacher é leiloada por R$ 24,6 milhões