WhatsApp Twuitter

Segunda, 11 de setembro de 2017, 09h10

Esporte

Nadal derrota sul-africano e conquista o US Open pela terceira vez


Sem qualquer dificuldade, em um jogo sem muitas emoções, o espanhol Rafael Nadal confirmou o seu amplo favoritismo neste domingo e conquistou pela terceira vez na carreira o título do US Open - o quarto e último Grand Slam da temporada, disputado em quadras rápidas em Nova York, nos Estados Unidos. Em 2 horas e 25 minutos, o atual número 1 do mundo ganhou por 3 sets a 0 - com parciais de 6/3, 6/3 e 6/4 do sul-africano Kevin Anderson.

As outras duas conquistas do US Open aconteceram em 2010 e 2013, ambas contra o sérvio Novak Djokovic. E a única derrota em decisões em Nova York foi, coincidentemente, para o tenista da Sérvia, em 2011. Em 23 finais de Grand Slam na carreira - só atrás do suíço Roger Federer, que já disputou 29 -, são agora 16 títulos - novamente atrás de Federer, que tem 19. Além dos três nos Estados Unidos, Rafael Nadal é o recordista de Roland Garros com 10 taças. São outros dois em Wimbledon e um no Aberto da Austrália.

Com o título deste domingo, Rafael Nadal se junta a um seleto e especial grupo de campeões em Nova York. Se igualou ao norte-americano John McEnroe como o quinto maior vencedor do Grand Slam norte-americano na Era Aberto do tênis. Os maiores ganhadores são Roger Federer e os também locais Pete Sampras e Jimmy Connors, com cinco taças. O checo naturalizado norte-americano Ivan Lendl tem quatro.

A conquista em Nova York foi a 74.ª de Rafael Nadal na sua carreira profissional e encerrou um jejum de mais de três anos do tenista espanhol sem vencer em quadras rápidas. A última havia sido em janeiro de 2014 no ATP 250 de Doha, no Catar.

"Foram duas semanas muito especiais para mim. Pessoalmente, foi inacreditável o que aconteceu neste ano depois dos problemas e das lesões. O início da temporada foi muito emocionante. Fechar o ano do Grand Slam vencendo aqui em Nova York, com essa torcida incrível, me deixa muito, muito feliz", comemorou o agora tricampeão, ainda na quadra Arthur Ashe, a principal do Complexo de Flushing Meadows, logo após a vitória.

Para Kevin Anderson, ex-Top 10 do ranking da ATP e atual número 32 do mundo, fica o consolo de voltar ao Top 15 na atualização da lista nesta segunda-feira. No confronto direto contra Rafael Nadal, agora são cinco derrotas nas cinco partidas disputadas.

"Rafa, você é um ídolo para mim e mostrou hoje (domingo) porque é um dos maiores. Não é o resultado que eu gostaria, espero voltar. Foi um dia difícil para mim, enfrentei um oponente muito bom. Estou satisfeito pelas duas semanas que tive", afirmou o tenista sul-africano na cerimônia de premiação. 



// matérias relacionadas

Sexta, 15 de setembro de 2017

14:52 - Brasileiro pode ser punido por gesto discriminatório em partida de tênis contra japonês

Terça, 05 de setembro de 2017

15:35 - Atuais campeões, Soares e Murray caem nas quartas de final do US Open

Sexta, 01 de setembro de 2017

16:28 - Marcelo Melo cai na 2ª rodada das duplas no US Open; Cilic perde em simples

Quinta, 31 de agosto de 2017

15:57 - Soares e Melo vencem suas estreias e avançam nas duplas no US Open

Terça, 22 de agosto de 2017

14:45 - Torneio de tênis começa nesta quarta-feira em Cuiabá

Segunda, 14 de agosto de 2017

15:10 - Federer desiste do Masters 1000 de Cincinnati e Nadal será o número 1

Terça, 01 de agosto de 2017

17:29 - Halep vence americana na estreia no Torneio de Washington

Segunda, 17 de julho de 2017

09:30 - Federer domina rival lesionado, fatura 8º título e faz história em Wimbledon

Quarta, 28 de junho de 2017

11:34 - Estadual de Tênis registra recorde de inscritos em dez anos

Sexta, 14 de abril de 2017

12:51 - Inscrições para o circuito de tênis em Sinop terminam neste domingo


// leia também

Quinta, 21 de setembro de 2017

12:23 - Atlético de Madrid anuncia acerto com o Chelsea para recontratar Diego Costa

Quarta, 20 de setembro de 2017

17:54 - Manchester United goleia e avança na Copa da Liga Inglesa; City também vence

14:22 - Novo estádio do Atlético de Madrid sediará final da Liga dos Campeões em 2019

14:13 - Pós Neymar, Fifa quer reforma de mercado de jogadores

Terça, 19 de setembro de 2017

18:04 - Vecchio crê na inteligência do Santos para vencer a força do Barcelona-EQU

17:15 - Pará pede cuidado ao Flamengo para não ser surpreendido pela Chapecoense em casa

13:56 - Substituto de Neymar no Barcelona, Dembélé passa bem após cirurgia

13:38 - Novo patrocinador do COB promete premiação em dinheiro para medalhistas

10:38 - Cuca critica adoção do árbitro de vídeo e diz que 'será uma lambança'

09:52 - Mal-estar com Neymar isola o uruguaio Cavani no ataque