WhatsApp Twuitter

Sábado, 23 de dezembro de 2017, 11h18

organização criminosa

Polícia prende mais de 400 suspeitos de roubos de veículos


Divulgação/PJC-MT

Em média, um suspeito foi preso por dia, em ações investigativas e operacionais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, no ano de 2017. Foram efetuadas 409 prisões de criminosos (226 em flagrante e 183 por mandados) envolvidos em roubos, latrocínios, associação criminosa, furtos, receptação, adulteração, falsificação de documentos, entre outros delitos ligados a veículos e cargas. São 114 presos a mais, em relação a 2016, quando foram presos 295 envolvidos nas modalidades delituosas.

Na Delegacia Especializada, cerca de 800 inquéritos policiais foram encaminhados à Justiça com indiciamento de mais 2 mil investigados. Entre os casos, estão quatro latrocínios esclarecidos, com os autores devidamente presos. Também foram concluídos 61 termos circunstanciados de ocorrências, de crimes de menor potencial ofensivo, e apreendidos 220 quilos de drogas, 41 armas de fogo, 261 munições e 384 veículos, recuperados nas ações da unidade.

Mesmo com flagrantes diários, a delegacia não deixou de conduzir investigações que levaram a deflagração de operações, para desarticular organizações criminosas responsáveis por roubos e furtos de veículos e crimes subsequentes na região metropolitana, como o sequestro da empresária Milene Falcão Eubank, no dia 17 de novembro. A operação Ares Vermelho, em 17 de agosto, que desmontou uma rede criminosa que roubou mais de 400 veículos em apenas três meses. A investigação resultou no cumprimento de 126 mandados judiciais, entre prisões, buscas e conduções coercitivas.

Marcus Vaillant/A Gazeta

Delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira

“Tiramos de circulação uma organização criminosa, que vinha praticando diversos roubos de veículos na região metropolitana, veículos estes que eram trocados por entorpecentes, drogas, armas e munições”, destacou. “Além desse trabalho das organizações voltadas a roubos de veículos, também conseguimos apreender grandes quantidades de drogas, porque esses veículos eram trocados por entorpecentes. Apreendemos também um fuzil, fruto desse trabalho”, declarou o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, titular da Especializada.

O grupo era liderado por quatro detentos da Penitenciária Central do Estado, que cooptavam jovens para prática reiterada de crimes patrimoniais majorados de roubos de veículos, que eram descaracterizados com a substituição, geralmente, de placas, e falsificação de documentos, para venda no mercado interno. Mais de 70 pessoas atuavam junto à organização, das quais 51 foram presas na operação. Sessenta e um integrantes foram indiciados.

Combate a Receptação

Operações de combate a receptação de peças de veículos roubados e desmanchados foram foco da fiscalização em 125 estabelecimentos comerciais, dos quais 17 pontos, considerados desmanches, foram fechados e 4 tiveram ordem judicial para manterem as portas fechadas por tempo indeterminado.

Capacitação e ferramentas

No enfrentamento as principais organizações criminosas que roubam e furtam veículos como moeda de troca por drogas, armas e munições, principalmente, no Paraguai e Bolívia; que comercializam veículos clonados no mercado interno e aquelas que focam no desmanche de automóveis e motocicletas, porque encontraram mercado fértil na receptação de peças usadas, a Polícia Civil buscou a capacitação dos servidores da DERRFVA e adquiriu ferramentas para otimizar os trabalhos da unidade, como drones, armamentos e veículos.

“Já estamos elaborando um planejamento operacional para o ano que vem, visando combater todas as modalidades criminosas de forma mais intensa”, afirmou.

O treinamento de servidores foi direcionado à atividade fim da unidade policial. Os policiais participaram de cursos para agilizar investigações de roubo de cargas, falsificação de documentos e identificação veicular. Na gestão, a Delegacia está 100% utilizando o Sistema Geia, dando mais celeridade as atividades cartorárias, administrativa e investigativa.

“Não podemos parar de capacitar os policiais. Infelizmente, as facções criminosas vêm avançando na forma de atuação, agindo cada vez mais com meios tecnológicos, sempre querendo estar à frente das instituições de segurança. Não podemos ficar atrás. Temos que estar sempre à frente dos criminosos com capacitação e investimentos na parte da inteligência”, afirmou Bruzulato.

Atendimento eletrônico e prensa de veículos

O atendimento ao cidadão e as vítimas, ganhou senhas eletrônicas, dando mais controle ao fluxo de pessoas que aguardam na unidade. “Melhoramos o atendimento a vítima, ficando uma equipe para o atendimento imediato das ocorrências e outra para servir às vítimas, bem como ao público em geral. Demos também mais celeridade nas entregas de veículos e atendimento imediato para dúvidas frequentes, agilidade com o atendimento eletrônico, reduzindo o tempo de espera na unidade, tem o seu funcionamento 24 horas”, explicou o delegado.

Com autorização da Justiça, numa parceria com Departamento Estadual de Trânsito (Detran), foram prensados 35 veículos inservíveis que estavam há anos no pátio da Delegacia. “Foi um avanço muito grande a prensa desses veículos apreendidos. Para 2018, vamos dar continuidade ao trabalho, tanto no operacional quanto na gestão. O objetivo é melhorar as condições de trabalhos dos policiais, com a reforma das instalações da Delegacia, melhorias no pátio com instalação de câmeras de segurança”, avaliou o delegado.

Funcionamento 24 horas

Em funcionamento 24 horas, para registro de ocorrências e receber veículos recuperados, a Delegacia Especializada Roubos e Furtos de Veículos Automotores, está localizada próxima ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran). A frente da unidade estão os delegados, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, Marcelo Martins Torhacs e Afonso Monteiro da Silva Júnior, juntamente com as equipes de investigadores e escrivães.

Integração

Muito do resultado positivo da Segurança Pública na repressão aos crimes de subtração de veículos e cargas, deve-se a integração das unidades policiais que trabalham dia a dia no enfrentamento as ações delituosas. Juntas as forças ajudaram na recuperação de 2.050 veículos, até novembro de 2017.

São parceiros da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos e Veículos, as unidades da PJC, a Polícia Militar, o Grupo Especial de Fronteira (GefroN), a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Fiscalização Municipal e a população.

“Com essa filosofia de integração de fortalecimento da inteligência policial temos o objetivo de aumentar o número de operações e prisões, bem como recuperar mais veículos”, finalizou Vitor Hugo.

Social

Diante da grande demanda criminal, os policiais da Especializada encontraram nas atividades sociais um mecanismo para proporcionar bem estar a eles próprios e também a pessoas menos favorecidas. O compromisso social levou delegados, investigadores e escrivães a engajarem em campanhas solidárias para ajudar idosos (Abrigo Bom Jesus de Cuiabá), crianças (McDia Feliz), doações de sangue e o hospital do Câncer.

Em dezembro, os policiais doaram 300 peças de roupas ao Lar dos Idosos e vários alimentos especiais e suplementos ao Hospital do Câncer.

Dicas de Segurança

Atitudes simples podem ajudar os condutores de veículos a não serem vítimas dos criminosos. Como medidas preventivas a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva) orienta: Use o bom senso ao escolher um local para estacionar; evite lugares ermos e de fraca iluminação; não deixe nada dentro do carro, nem mesmo uma sacola vazia; qualquer objeto pode ser confundido com um item de valor e atrair a atenção do ladrão; não cole adesivos que exponham informações pessoais; certifique-se de que o carro foi trancado; evite deixar a chave com lavadores e vigias de estacionamento; em semáforos mantenha-se distante do carro da frente; mantenha sempre uma distância segura entre o seu veículo e o carro da frente quando o semáforo fechar. Você terá mais visibilidade e espaço caso seja necessário arrancar o carro repentinamente; antes de entrar na sua garagem, fique atento ao seu redor.



// matérias relacionadas

Quarta, 12 de setembro de 2018

16:05 - Homens são presos com arsenal de armas e munições em Alta Floresta

Quarta, 17 de janeiro de 2018

13:15 - Após 2 meses, autor de roubo em restaurante da Praça Popular é preso

Sexta, 29 de dezembro de 2017

08:33 - Bandidos são presos após roubar mulher em agência bancária

Quinta, 28 de dezembro de 2017

10:47 - Bandidos amarram família, roubam carros e trocam tiros com a PM

10:28 - Dois morrem e um fica ferido em troca de tiro com a polícia em VG

Sábado, 23 de dezembro de 2017

20:05 - Vereador e familiares são feitos de reféns em roubo à caixa eletrônico

19:29 - Rapaz é baleado em emboscada por dívidas com drogas em Cuiabá

11:44 - Jovem é esfaqueado no pescoço por ex-companheiro de namorada em MT

10:43 - Adolescente usuário de drogas é executado a tiros em Várzea Grande

09:50 - Dois assaltantes morrem em tiroteio com a polícia no interior de MT


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

09:39 - Polícia prende 10 pessoas por exaltar Comando Vermelho em velório

09:08 - Ladrão é preso por roubar veículo e trocar tiros com a polícia durante fuga

08:39 - Três jovens tentam fugir da polícia e são presos dentro de ônibus em Cuiabá

08:00 - Homem pula de veículo em movimento para escapar de ladrões em Cuiabá

Sábado, 15 de setembro de 2018

11:21 - Adolescentes roubam HB20, mas batem no meio-fio ao fugirem da PM

11:02 - Três pessoas são esfaqueadas por jovem após desentendimento

09:26 - Dois são detidos vendendo cigarros de maconha na Praça da Mandioca

Sexta, 14 de setembro de 2018

16:13 - Assaltantes fazem gerente do Banco do Brasil família reféns durante roubo

09:14 - Investigado por furtos e tráfico de drogas é assassinado a tiros

08:48 - Funcionários de cartório são sequestrados em Cuiabá