WhatsApp Twuitter

Quarta, 07 de fevereiro de 2018, 15h27

Já recebia ameaças

Líder de movimento agrário é assassinado na frente da esposa e filha

Valquiria Castil, repórter do GD


Reprodução

Líder de movimento agrário foi morto a tiros, na manhã desta quarta-feira (8), na cidade de Paranatinga (373 ao sul de Cuiabá). Carlos Antônio dos Santos, 51, estava em seu veículo Eco Esporte de cor prata quando foi executado por 2 suspeitos em uma motocicleta, em frente à Prefeitura da Cidade.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Pablo Borges Rigo, a vítima já havia registrado denúncia sobre ameaças de morte por questões de disputa de terras. “Na semana passada ele relatou que sofria ameaças e citou alguns nomes. Ele também já tinha registrado uma denúncia sobre a coação que recebia na cidade de Nova Ubiratã”, afirmou.

A questão da disputa por terras é a principal linha de investigação da Polícia Civil. No entanto, o delegado já solicitou imagens de câmeras de segurança para ajudar na identificação dos assassinos.

Rigo afirma que esse é um caso difícil de investigar, tendo em vista o temor pela vida. “As testemunhas têm receio de prestar depoimento ou passar qualquer tipo de informação por medo de sofrerem algum atentado. Mas já estamos em diligências buscando as pessoas apontadas pela própria vítima quando denunciou as ameaças de morte e outras testemunhas”, pontuou.

Reprodução

‘Carlão’, como era conhecido, estava em um Eco Esporte acompanhado da esposa e filha. Por volta das 9h40, eles foram abordados por 2 homens em uma motocicleta, sem marca e modelo confirmado, quando saíam da Prefeitura de Paranatinga.

A mulher foi atingida no braço de raspão, enquanto o marido foi atingido na região do tórax. A filha nada sofreu.

O casal chegou a ser atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que encaminhou as vítimas até o Hospital São Benedito, mas o líder do movimento sem-terra, não resistiu e morreu, segundo a Polícia Civil. O delegado afirmou que a mulher passa bem.

Equipe da Perícia Oficial de Identificação (Politec) esteve no local para colher dados sobre o crime. A Polícia Civil aguarda o laudo para saber informações sobre o tipo de arma utilizado pelos assassinos.



// matérias relacionadas

Sexta, 14 de setembro de 2018

09:14 - Investigado por furtos e tráfico de drogas é assassinado a tiros

Quinta, 13 de setembro de 2018

16:12 - Operadora de caixa é executada com 5 tiros ao sair do trabalho

10:40 - Homem é morto após dar tapa em colega de bar

10:03 - Adolescente é morto com tiro nas costas na frente de casa

08:32 - Corpo é encontrado com a cabeça rachada em pátio de empresa

Terça, 11 de setembro de 2018

10:59 - Adolescente é assassinado a tiros enquanto caminhava na rua

09:58 - Mato-grossense é executado com 5 tiros no Paraguai após jogo de futebol

Segunda, 10 de setembro de 2018

11:49 - Idoso investigado em abuso sexual de menores é morto a facadas

11:09 - Agricultor é assassinado com 6 tiros em clube de Sinop

09:30 - Taxista é assassinado a facadas durante corrida


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

09:39 - Polícia prende 10 pessoas por exaltar Comando Vermelho em velório

09:08 - Ladrão é preso por roubar veículo e trocar tiros com a polícia durante fuga

08:39 - Três jovens tentam fugir da polícia e são presos dentro de ônibus em Cuiabá

08:00 - Homem pula de veículo em movimento para escapar de ladrões em Cuiabá

Sábado, 15 de setembro de 2018

11:21 - Adolescentes roubam HB20, mas batem no meio-fio ao fugirem da PM

11:02 - Três pessoas são esfaqueadas por jovem após desentendimento

09:26 - Dois são detidos vendendo cigarros de maconha na Praça da Mandioca

Sexta, 14 de setembro de 2018

16:13 - Assaltantes fazem gerente do Banco do Brasil família reféns durante roubo

08:48 - Funcionários de cartório são sequestrados em Cuiabá

08:29 - Traficantes são presos em Várzea Grande em operação conjunta