WhatsApp Twuitter

Quinta, 03 de maio de 2018, 14h42

horas de terror

Ladrões sequestram esposa e filhos de gerente de banco e exigem R$ 380 mil

Valquiria Castil, repórter do GD


Otmar de Oliveira

Bandidos deixaram família em cativeiro até o banco abrir. Em seguida levaram mulher e filho do gerente para local desconhecido. 

Um gerente do Banco Bradesco em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) foi mantido em cativeiro e teve a família sequestrada por bandidos na noite desta quarta-feira (2). Após passar horas sob a mira da quadrilha, a vítima retirou R$ 380 mil do cofre do banco e entregou aos criminosos em troca da liberdade da mulher e duas crianças. Ninguém ficou ferido.

De acordo com o boletim de ocorrências, a Polícia Militar foi acionada nesta quinta-feira (3), por volta das 7h30, via Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) para socorrer o gerente vítima de extorsão e sequestro.

Para chegar até a casa da família, 3 bandidos renderam um vizinho por volta das 19h. Ele foi amarrado e trancado num quarto até às 4h30. Momento em que 2 homens pularam os muros da casa e abordaram o gerente e a família.

Armados, os criminosos ameaçavam matar todos caso o dinheiro exigido por eles não fosse entregue. Ainda durante a madrugada, os sequestradores levaram a mulher e os filhos para outro local.

Enquanto isso, o gerente permaneceu sob o poder dos bandidos e recebeu um celular e instruções para que ligasse para um número já salvo no aparelho somente quando conseguisse pegar o dinheiro no cofre do banco.

Por volta das 7h, o gerente entrou na agência bancária e permaneceu até o horário da abertura dos cofres. Ele retirou R$ 380 mil e colocou em um saco preto. Em seguida, entregou aos bandidos que estavam num carro banco nas proximidades do mercado Atacadão.

Ao mesmo tempo, a mulher disse ter sido liberada junto com os filhos no bairro Santa Marta, próximo à uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foram encontrados pela Polícia Militar. As vítimas não estavam feridas e foram levadas para aCentral de Flagrantes.  Até a publicação desta matéria, nennhum criminoso tinha sido identificado e nem preso. O caso será investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis. 



// matérias relacionadas

Sexta, 14 de setembro de 2018

08:48 - Funcionários de cartório são sequestrados em Cuiabá

Sexta, 27 de julho de 2018

09:30 - Bebê foi negociado por Facebook e Whatsapp

Terça, 24 de julho de 2018

11:22 - Acusado por sequestro de caminhoneiro morre em confronto com o Gefron

Sábado, 21 de julho de 2018

09:43 - Mulher que sequestrou bebê em MG é presa na rodoviária de Cuiabá

Sábado, 07 de julho de 2018

09:14 - Dois são sequestrados em Cuiabá e apenas um é encontrado

Quarta, 27 de junho de 2018

12:24 - PRF recupera caminhão roubada e liberta dono em cativeiro

Quarta, 20 de junho de 2018

11:38 - Pecuarista é agredido e sequestrado na porta de casa

Segunda, 18 de junho de 2018

10:02 - Suspeitos sequestram homem e ficam feridos ao capotar carro

Quarta, 23 de maio de 2018

17:42 - Ladrões fazem delegado e familiares reféns em chácara e roubam carro

Sábado, 19 de maio de 2018

09:20 - Suspeito é preso após sequestro e ameaças em Cuiabá


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

09:39 - Polícia prende 10 pessoas por exaltar Comando Vermelho em velório

09:08 - Ladrão é preso por roubar veículo e trocar tiros com a polícia durante fuga

08:39 - Três jovens tentam fugir da polícia e são presos dentro de ônibus em Cuiabá

08:00 - Homem pula de veículo em movimento para escapar de ladrões em Cuiabá

Sábado, 15 de setembro de 2018

11:21 - Adolescentes roubam HB20, mas batem no meio-fio ao fugirem da PM

11:02 - Três pessoas são esfaqueadas por jovem após desentendimento

09:26 - Dois são detidos vendendo cigarros de maconha na Praça da Mandioca

Sexta, 14 de setembro de 2018

16:13 - Assaltantes fazem gerente do Banco do Brasil família reféns durante roubo

09:14 - Investigado por furtos e tráfico de drogas é assassinado a tiros

08:29 - Traficantes são presos em Várzea Grande em operação conjunta