WhatsApp Twuitter

Domingo, 26 de agosto de 2018, 18h00

Emmerson Mnangagwa toma posse como presidente do Zimbábue


Emmerson Mnangagwa tomou posse hoje (26) como novo presidente do Zimbábue, após conseguir a maioria necessária no primeiro turno, em cerimônia realizada menos de 48 horas depois que o Tribunal Constitucional rejeitou um recurso da oposição que alegava fraude no pleito.

‘Eu, Emmerson Dambudzo Mnangagwa, juro que como presidente do Zimbábue serei fiel ao Zimbábue e obedecerei, apoiarei e defenderei a Constituição e todas as leis do Zimbábue‘, disse o presidente em seu juramento durante a cerimônia de posse realizada no estádio nacional da capital, Harare, à qual compareceram vários chefes de Estado africanos e milhares de pessoas.

Assim, Mnangagwa assume o poder como o primeiro presidente eleito após quase 40 anos de regime do ex-presidente Robert Mugabe, que governou o país desde a independência em 1980 até novembro do ano passado, após ser derrubado em um golpe de Estado.

Nas eleições de 30 de julho, Mnangagwa obteve 50,6% dos votos, contra 44,3% do líder do opositor Movimento pela Mudança Democrática (MDC, na sigla em inglês), Nelson Chamisa, em resultados que foram validados na sexta-feira pelo Tribunal Constitucional, que rejeitou o recurso por fraude eleitoral apresentado pela oposição.

O encarregado de tomar seu juramento de posse foi justamente o juiz Luke Malaba, o mesmo que leu na sexta-feira o veredito do Tribunal Constitucional.

 cerimônia compareceram o presidente da República Democrática do Congo, Joseph Kabila; da África do Sul, Cyril Ramaphosa, e de Ruanda, Paul Kagame, entre outros, e, para surpresa geral dos zimbabuanos, também esteve na cerimônia Bona Mugabe, a filha mais velha do ex-presidente.

A oposição, por sua vez, não mandou nenhum representante e alegou hoje que não recebeu um convite para o evento.

Chamisa anunciou ontem que não compareceria à cerimônia. ‘Não posso ser convidado para um casamento onde sou eu quem deveria receber os presentes‘, em alusão à sua crença de que é o legítimo vencedor das urnas.

As eleições de julho foram as primeiras sem Robert Mugabe, que comandou o país com mão de ferro durante quase quatro décadas até ser forçado a renunciar por um levante militar em novembro do ano passado.

Mnangagwa assumiu a presidência como seu substituto, e as eleições serviram para legitimar seu poder tanto no cenário nacional quanto internacionalmente. 



// matérias relacionadas

Quinta, 02 de agosto de 2018

16:03 - Após atos de violência, Zimbábue aguarda resultado da eleição presidencial

Sábado, 23 de junho de 2018

10:15 - Explosão acontece em estádio no Zimbábue onde presidente discursava

Sexta, 24 de novembro de 2017

09:41 - Novo presidente assume, promete eleições e pede investimentos no Zimbábue

Terça, 21 de novembro de 2017

15:36 - Presidente do Zimbábue renuncia ao cargo

Domingo, 19 de novembro de 2017

10:19 - Parlamento do Zimbábue pedirá impeachment de Mugabe, diz oposição

Sexta, 17 de novembro de 2017

10:17 - Mugabe aparece em público pela primeira vez desde intervenção militar

Quinta, 16 de novembro de 2017

09:58 - EUA reprovam intervenção militar no Zimbábue e pedem solução rápida


// leia também

Domingo, 16 de setembro de 2018

17:00 - Ativista russo com sintomas de envenenamento é transferido para Berlim

16:30 - Pelo menos 29 morrem nas Filipinas após passagem do tufão Mangkhut

16:00 - Tufão Mangkhut chega à China e mais 2,45 milhões de pessoas deixam suas casas

08:30 - EUA se preocupa com cheia de rios enquanto Florence já deixa 11 mortos

08:00 - Trump deve anunciar tarifas sobre US$ 200 bi em importação chinesa, dizem fontes

07:24 - ONU aponta novas evidências de que Coreia do Norte está violando sanções

07:19 - Centenas ficam presos em enchentes que se seguem à tempestade Florence

Sábado, 15 de setembro de 2018

11:59 - Tufão provoca morte de 12 pessoas nas Filipinas

10:04 - Tempestade Florence provoca mortes e estragos nos EUA e enfraquece

08:42 - Na passagem do Florence, Trump questiona mortes provocadas pelo furacão Maria