WhatsApp Twuitter

Quarta, 13 de setembro de 2017, 14h37

Quase 5 mil contribuintes já foram atendidos na nova sede da PGE

Ademar Andreola, repórter PGE/MT


Em três semanas de instalação na nova sede da Procuradoria Geral do Estado, a Sub Procuradoria Fiscal já atendeu 4.733 contribuintes. Os trabalhos tiveram inicio no dia 21 de agosto. Descontando-se os finais de semana e feriados, dá uma média de 315 pessoas atendidas por dia. Desse total, 3.423 foram para quitar ou parcelar seus débitos relativos ao IPVA e outros impostos, através do Refis (Programa de Recuperação de Créditos do Estado de Mato Grosso). Cerca de 80% dos contribuintes quitaram sua dívida. Foram solicitadas 1.044 certidões.

Divulgação/Gcom

PGE ja atendeu 5 mil contribuintes

“Esse número é mais que o triplo do atendimento que era feito anteriormente num espaço reduzido e desconfortável para servidores e contribuintes. Ele vem demonstrar que estávamos certos em mudar de local para prestar um serviço mais eficaz e um atendimento mais confortável aos nossos contribuintes”, aponta o procurador geral do Estado, Rogério Gallo.

O atendimento ao público é feito das 12 às 18 horas. A partir desta quarta-feira (13), para melhorar o atendimento, as senhas serão distribuídas até as 16 horas. Serão atendidos apenas contribuintes que tiverem retirado suas senhas.

No novo local diminuiu o tempo de espera dos contribuintes. Anteriormente a Sub procuradoria Fiscal estava instalada no anexo da Secretaria de Fazenda. Lá o tempo de espera no atendimento que era em torno de 3 horas. Atualmente caiu para cerca de 1h30min. A meta até o final deste mês é reduzir para no máximo 30 minutos.

Segundo o subprocurador-geral Fiscal, Leonardo Vieira de Souza com mais alguns ajustes os contribuintes terão um atendimento ainda melhor. “O contribuinte é nossa prioridade e vamos trabalhar no sentido de tornar o atendimento a ele o melhor possível, a partir da redução do tempo de espera. Além de triplicar a quantidade de atendentes, continuamos fazendo o monitoramento no atendimento para que cheguemos à média de 30 minutos de espera”, explicou Leonardo Vieira de Souza.

Cartório funcionando

Desde a semana passada já está funcionando na sede da PGE, um guichê do Cartório de Protesto. Até o momento, cerca de 30 pessoas já se utilizaram desse serviço

No mês passado a Procuradoria Geral do Estado e o Instituto de Estudos de Protesto do Brasil - Seção Mato Grosso (IEPTB-MT) assinaram um termo de cooperação para a instalação de um guichê do Cartório de Protesto na sede PGE.

No guichê os contribuintes que devem ao Governo do Estado de Mato Grosso e tiveram suas dívidas encaminhadas aos Cartórios de Protesto pela PGE, podem ‘limpar’ seus nomes. Após quitar ou renegociar sua dívida na Subprocuradoria Fiscal, o contribuinte dirige-se ao guichê do Cartório, paga os emolumentos e tem seu nome baixado da lista de protestos.

A nova sede da PGE está localizada na Avenida República do Líbano, 2.258, nas proximidades da rotatória de acesso às MT’s 251 (para Chapada) e 010 (Distrito da Guia).


 



// leia também

Domingo, 24 de setembro de 2017

10:13 - Governo de MT já realizou mais de 27 mil cirurgias oftalmológicas

09:46 - Período proibitivo da Piracema começa dia 1º de outubro em MT

Sábado, 23 de setembro de 2017

13:28 - Drones ajudam MPE a identificar e mapear danos ocorridos em APP's

10:26 - Acidente deixa um morto e 10 feridos na MT-060

08:45 - Mato Grosso tem a maior estrutura de combate às queimadas do país

Sexta, 22 de setembro de 2017

18:50 - Sinop baixa para 0,3% o índice de infestação do mosquito da dengue

18:25 - Parada gay reúne 5 mil pessoas em Cuiabá

16:53 - IFMT divulga edital para contratação de 11 professores e 1 técnico-administrativo

15:09 - Correios realizam mutirões no fim de semana para colocar trabalho em dia

14:41 - Incêndio detrói 3 ônibus escolares e Polícia investiga